Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Júri decide excluir candidatura do Grupo Lena ao projecto Nazaré XXI

O júri do concurso para alienação de 49% do capital social da empresa Nazaré XXI – responsável pela construção dos empreendimentos da Marina Atlântica e do complexo turístico de S. Gião – decidiu, por unanimidade, excluir a proposta de candidatura do Grupo Lena, a única presente a concurso.

Na origem da decisão está o facto de «um dos documentos apresentados não corresponder integralmente aos critérios exigidos nos termos do caderno de encargos», revela a autarquia em comunicado.

No seguimento desta decisão, foi concedido ao concorrente o prazo legal para se pronunciar relativamente ao projecto de exclusão da proposta, após o qual o júri de tomará a decisão definitiva relativamente ao resultado do concurso público.

Para o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Jorge Barroso, a decisão do júri «é normal num concurso desta complexidade técnica, legal e financeira». Na sua opinião, a concretização do projecto Nazaré XXI não está em causa, uma vez que «existem outros grupos económicos interessados».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.