Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Alcobaça quer sair de Leiria/Fátima

O presidente da Comissão Instaladora da Entidade Regional de Turismo de Leiria/Fátima (ERTLF), Luís Miguel Sousinha, revelou hoje à Agência Lusa que o município de Alcobaça manifestou vontade de abandonar este organismo.

«É uma situação que lamento, mas compreendo», afirmou o responsável, adiantando ter sido informado pela autarquia deste desejo na semana passada, ao mesmo tempo que lhe foi comunicada a provável integração do concelho de Alcobaça no Turismo do Oeste.

«A estratégia que o município de Alcobaça tem para o turismo tem muito a ver com aquilo que foi definido pelo Plano Estratégico Nacional do Turismo para o Oeste», admitiu o presidente da comissão instaladora.

Luís Miguel Sousinha afirmou que a nova lei das Entidades Regionais de Turismo «veio provocar cisões», uma situação que considerou não teria acontecido «se se tivessem ouvido as partes interessadas».

A primeira cisão conhecida é na ERTLF, mas o responsável acredita que «haverá outras situações semelhantes a nível nacional».

Questionado se a decisão da Câmara Municipal de Alcobaça não coloca em causa o trabalho das últimas décadas na promoção do circuito turístico no eixo Nazaré – Alcobaça – Batalha – Fátima, Luís Miguel Sousinha disse acreditar que «não é por estar numa ou noutra entidade que se vai deixar de fazer este trabalho».

«Os produtos turísticos, individualmente, são pequenos», lembrou o responsável, sublinhando por outro lado que «o turismo não tem fronteiras».

O presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Gonçalves Sapinho, confirmou a intenção de deixar o Turismo de Leiria/Fátima e de integrar o Turismo do Oeste.

«É uma questão de lógica e não de afinidade»

«É uma questão de lógica e não de afinidade», referiu o autarca de Alcobaça, acrescentando «não saber se é possível» a integração noutra área promocional do turismo.

O presidente do município de Alcobaça expressou ainda o desagrado face ao recuo do Governo de extinguir a Região de Turismo de Leiria/Fátima.

A dúvida reside agora na Nazaré, concelho cujo território é rodeado pelo município de Alcobaça, acompanha a vontade manifestada por Gonçalves Sapinho.

Sobre este assunto, o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Jorge Barroso, disse não ter tomado qualquer decisão.

«Ainda estamos a estudar o assunto», referiu Jorge Barroso, garantindo que a decisão – a tomar até ao final do mês – terá em conta «a defesa dos superiores interesses do concelho».

Já o presidente da Região do Turismo do Oeste, António Carneiro, lembrou que a decisão tem de passar pelo crivo do Governo, a quem compete alterar o anexo do decreto-lei” das novas entidades do turismo.

Ainda assim, não tem dúvidas que a concretizar-se «é uma grande mais-valia para o Oeste»

«Mas qualquer que seja a decisão de Alcobaça e Nazaré, Oeste e Leiria/Fátima são duas regiões intimamente ligadas», concluiu.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.