Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Expo-2010 de Xangai custará mais de 2.7 mil milhões de euros

A Exposição Mundial de Xangai – Expo 2010 – terá um orçamento de 3,7 mil milhões de dólares (2,79 mil milhões de euros), tendo 105 países e 15 organizações internacionais já confirmado a sua presença, com a organização a prever a participação de mais de 200 países e organizadores internacionais, mais 120 países do que participaram da Expo Mundial de Aichi, no Japão, em 2005, segundo a imprensa oficial chinesa, citada pelo Dinheiro Digital.

A organização da EXPO 2010, que decorre numa área de 550 hectares numa zona ribeirinha de Xangai, o centro económico, comercial e industrial da China, vai investir 2,3 mil milhões de dólares no desenvolvimento de infra-estruturas e 1,4 mil milhões de dólares para despesas de funcionamento, refere o jornal oficial New Beijing Daily.

O jornal, que cita Zhu Yonglei, sub-chefe da Comissão de Coordenação da Expo 2010, refere ainda que o investimento será financiado através do recurso ao crédito e com a venda de entradas, investimento empresarial e vendas de produtos relacionados com a feira.

A EXPO 2010 decorrerá entre 01 de Maio a 31 de Outubro de 2010, mas a organização admitiu hoje em conferência de imprensa que será difícil que o evento seja lucrativo, e que o objectivo é agora não perder dinheiro.

LE com Dinheiro Digital

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.