Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal dá cartas na incubação virtual

Líder na incubação em Portugal, o IPN – Instituto Pedro Nunes, de Coimbra, continua na dianteira da incubação, desenvolvendo com sucesso dois modelos de incubação virtual. Incubação “start”, para empresas que ainda não precisam de um espaço físico permanente, mas apenas de sede social e de um local para reuniões ocasionais. E incubação “follow up”, que fornece apoio não permanente a ex-incubadas. Uma forma de dinamizar a incubação de novos projectos, que serve já de caso de estudo em termos internacionais.

Mas nem só o IPN apresenta soluções inovadoras. O PIAF – Pólo Promotor de Iniciativas de Acolhimento, Apoio e Formação de Jovens Mulheres (da ANJE), promete um espaço criado para mães empreendedoras e há ainda os projectos feitos a pensar em determinados sectores de actividade ou criados para as novas tecnologias.

Só na região Centro do País são sete os novos espaços de incubação a entrar brevemente em funcionamento, o que pode transformar a região num cluster de empreendedorismo. A edição de Agosto da revista INVEST mostra-lhe todos os novos projectos e apresenta as incubadoras nacionais, comparando disponibilidade, serviços e espaço.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.