Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

PME ganham mais 100 milhões para crédito

As pequenas e médias empresas (PME) têm mais apoios para aceder ao crédito bancário. O IAPMEI chegou a acordo com o Fundo Europeu de Investimento, controlado pelo BEI – Banco Europeu de Investimento, para reforçar o Fundo de Contragarantia Mútua. Os 100 milhões de euros injectados no fundo vão aumentar a oferta de garantias de empréstimos bancários para aquelas empresas que, pela dimensão, teriam dificuldade em obter financiamento bancário, ou em obtê-lo a preços competitivos, revela a edição de hoje do Diário Económico.

O fundo, que até agora tinha sido financiado por verbas comunitárias, triplica com o envolvimento do FEI, passando dos actuais 58 para 158 milhões de euros. Em comunicado, o IAPMEI – Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento acrescenta que «este reforço permitirá apoiar projectos empresariais (…) até ao montante de 210 milhões de garantias a emitir pelas Sociedades de Garantia Mútua, Norgarante, Lisgarante e Garval, a que corresponde um total de 280 milhões de crédito», adianta aquela publicação.

As Sociedades, seguras pelo fundo, podem garantir até 75% do financiamento que a empresa contrata junto da banca. Desde o arranque, este sistema «apoiou cerca de 4.500 operações de crédito, num total de mais de 500 milhões de euros de garantia para PME, a que corresponde cerca de mil milhões de crédito bancário».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.