A epidemia de febre amarela na Nigéria matou 172 pessoas desde novembro

Luca

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje que uma epidemia de febre amarela descoberta na Nigéria em novembro matou 172 pessoas, alertando para uma crise humanitária no nordeste do país mais populoso da África subsaariana.

“Desde 24 de novembro, a epidemia foi descoberta em cinco estados nigerianos: Delta, Enugu, Bauchi, Bennu e Ebony”, disse o porta-voz da OMS Tariq Jasarevich à imprensa.

De acordo com o responsável, “foram registados 530 casos suspeitos, 48 ​​dos quais foram confirmados por testes laboratoriais, e destes 530 casos suspeitos resultaram na morte de 172 pessoas”.

A proporção de pessoas vacinadas contra a febre amarela permanece baixa em muitas partes da África, embora a vacina seja quase 100% eficaz e relativamente barata, mas não há tratamento específico para a febre amarela, que é transmitida rapidamente em áreas urbanas por mosquitos.

Especialistas em saúde global alertaram nos últimos meses que a epidemia de Covid-19 pode causar um aumento em outras doenças devido à suspensão dos programas de vacinação.

Em outubro, a Organização Mundial de Saúde anunciou que a Nigéria retomaria a vacinação contra a febre amarela e esperava que 30 milhões de pessoas fossem vacinadas em breve.

See also  José Mourinho mandou deixar a dupla totalitária do Tottenham para salvar o emprego

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *