Tecnologia na educação: recursos inovadores para melhorar a qualidade da educação

A era digital revolucionou todos os aspectos da nossa vida quotidiana, e a educação não é diferente. A era industrial está a ser substituída pela era da informática, pelo que estão previstos novos desafios e necessidades no domínio da educação. A 22Bet PT engloba toda uma tecnologia em suas casas de apostas.

Este fenómeno faz parte da transformação digital que introduziu o envolvimento da tecnologia na educação, também conhecida como “tecnologia educacional”. A incorporação de novas tecnologias nas escolas mudou de tal forma os métodos educativos que os espaços para a cultura digital se estão a abrir nas salas de aula.

No entanto, esta explicação é insuficiente para compreender o seu impacto hoje em dia, pelo que é necessário que empenhamos o seu papel hoje.

Qual é o papel da tecnologia na educação?

Quando os problemas educacionais encontram uma solução na utilização da tecnologia da informação, ou seja, na utilização de computadores e outros equipamentos de telecomunicações para armazenamento, transmissão e manipulação de dados, falamos de tecnologia na educação.

Por outras palavras, entendemos que a tecnologia educacional tem a ver com a utilização de dispositivos tecnológicos para fins educacionais.

Actualmente, o pessoal escolar tem a possibilidade de adquirir a Internet, computadores, quadros brancos digitais, telemóveis e tablets para partilhar os seus conhecimentos ou para organizar aulas e tarefas.

Tais facilidades tornaram possível adaptar os métodos educativos à era digital, onde um maior número de recursos de ensino e aprendizagem estão disponíveis tanto para professores como para estudantes.

Os estudantes podem aceder a muito mais informação através da implementação de novas tecnologias que, a propósito, abrem também novos espaços de jogo e expressão, tais como jogos e blogues.

Quais são os pilares da tecnologia educacional?

Os novos modelos educativos foram criados com a consciência de que o futuro da nossa sociedade depende de três áreas tecnológicas, nomeadamente: programação, robótica e impressão 3D.

Estas áreas são os pilares da tecnologia educacional:

Programação

O ensino da programação vai para além da preparação dos estudantes para um campo tecnológico de trabalho. Os estudantes resolvem processos de auto-correcção à medida que aprendem a detectar erros em problemas complexos.

A programação funciona fomentando a aprendizagem da lógica, criatividade, procura de soluções e empreendedorismo.

Robótica

A robótica é a disciplina que permite programar um dispositivo ou robô, ensinando-lhe um conjunto de instruções para que possa executá-las de forma autónoma.

A programação de um robô permite aos estudantes ver fisicamente erros de programação e os seus limites, bem como aprender a lidar com uma linguagem precisa.

A aprendizagem deste assunto proporciona uma solução para a crescente procura de ciência e engenharia em empregos futuros, uma vez que, graças aos avanços da era digital, serão necessárias pessoas para poderem programar tais dispositivos.

Impressão em 3D

A impressão em 3D está a tornar-se cada vez mais importante para a concepção de modelos ou protótipos em várias áreas das nossas vidas.

A medicina, a engenharia, a indústria têxtil e outras indústrias utilizam esta tecnologia com sucesso, mas também pode ser utilizada para a geografia e a arte.

Graças à impressão em 3D, os estudantes aprendem sobre novas tecnologias e a sua utilização, mas também os ajuda a compreender teorias complexas, exemplificando-as.

See also  Em Amiens, as homenagens estão crescendo para Yliès, o jovem de 16 anos que morreu após um acidente na A75 em Cantal

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *