[Sport] Euro: Ronaldo, recorde!

Cristiano Ronaldo está sozinho na lista dos artilheiros do Europeu: com a dobradinha frente à Hungria (3-0), o craque português tornou-se na terça-feira o único artilheiro da história do torneio (11 gols), deixando para trás Michel Platini e artilheiro. 9 gols.

CR7 é um fenômeno de longevidade há anos e, aos 36 anos, o atacante da Juventus, Torino, continua a expandir sua história indefinidamente.
As arquibancadas lotadas da Puskas Arena de Budapeste, onde 68.000 pessoas conseguiram jogar no único estádio sem uma boa quantia desse euro, testemunharam esse momento histórico de muitas maneiras.
Titular terça-feira, Ronaldo se tornou o primeiro jogador a jogar cinco euros diferentes, o goleiro espanhol Iker Casillas após ter sido selecionado para cinco torneios sem necessariamente jogar.
Acima de tudo, ele colocou sua dobradinha no final da partida com um pênalti (87) e depois fechou (90 + 2) em uma dimensão totalmente nova: ele é agora o único artilheiro da história do Euro com um gol em cada cinco edições que ele jogou.
Ronaldo, o melhor jogador da partida, respondeu: “O importante é vencer.”

“Foi um jogo difícil, a Hungria defendeu muito bem durante 90 minutos. Marcámos três golos e estou muito grato à equipa por me ajudar a marcar duas vezes”, afirmou. Percebendo a importância desse sucesso no grupo superior. A partir deste euro também com a França e a Alemanha.
“Foi necessário começar a todo vapor para ganhar confiança. Agora temos que seguir em frente e vencer a próxima partida”, no sábado, contra os alemães, disse ele.

Terminator Instinct

Cristiano Ronaldo é sempre assim: dobra as chances, se irrita quando a bola não chega, mas finaliza quando tem a chance.
A luta nem sempre foi memorável, como quando criticou Diogo Jota por não o colocar na área (quinto) ou quando mandou uma recuperação à queima-roupa quando a jaula parecia aberta (43).
Mas quando Rafael Guerrero abriu o placar com um backhand sortudo (84º lugar), as coisas se acalmaram e o instinto de Ronaldo para finalizar tomou conta …
Estamos a falar de um avançado que coroou o melhor marcador da liga italiana esta temporada (29 golos pela Juventus) e que continua a ser o primeiro goleador da história da Liga dos Campeões, a mais prestigiada taça europeia em clubes (134 golos).
Com 106 conquistas em 176 internacionalizações, a estrela portuguesa também luta pelo recorde absoluto de 109 golos nacionais, que o iraniano Ali Daei mantém desde 2006.

Mas não lhe fales desses recordes: o avançado madeirense só sonha com uma coisa, que é manter o título europeu que conquistou em 2016, que talvez seja a sua única hipótese de ganhar a sua sexta Bola de Ouro para melhor jogador no mundo. Para igualar seu grande rival Lionel Messi.
Passing Platini disse na segunda-feira “Não é um recorde que me faça solo. É um bom recorde, mas para mim o melhor seria ganhar o Euro duas vezes consecutivas.”

Três anos após a Copa do Mundo de 2018 que terminou com Portugal nas oitavas de final, derrotando o Uruguai (2 a 1), Ronaldo deveria ter chegado a tempo para o Europeu. Ele não decepcionou nesta terça-feira, competição em que é hoje o único rei dos marcadores.

READ  Centro franco-português retoma suas atividades

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *