Sergio Conceição e o que importa no futebol e na vida: o resto é bobagem

artigo

Tópicos

Comentários de Sergio Conceição, treinador do FC Porto, após a vitória por 4-1 sobre o Famalecoa.

É a melhor altura para defrontar o Benfica? “Este é o momento natural do FC Porto. Estamos a trabalhar para isso. Nesta casa, costumávamos ser todos os jogos finais. Não é uma palavra da moda. Estamos num bom momento, onde, para além dos resultados, a equipa mostra estabilidade. Momentos do jogo. Sempre as coisas para melhorar e é para isso que trabalhamos. Para tentar integrar essas pessoas novas que chegaram, que estão cada vez mais conscientes do que têm que fazer. Não é fácil jogar com este pedido e esta pressão de ter sempre que vencer e dominar o jogo, mas conseguimos Muito boa resposta. Ótimo se vencermos o próximo jogo. “

Vencendo em Famalicão: “É um campo difícil. No ano passado perdemos três pontos aqui. O capitão veio aqui e perdeu dois pontos. Temos que olhar para isso. O importante no futebol e na vida são os resultados, o resto é bobagem. O resto é bobagem.”

Sentiu nojo da equipe de árbitros pelo pênalti, por não ter o Diogo Let?

“Minha revolução? Não falei com o árbitro.”

Uma palavra aos jogadores com menos minutos: “Os jogadores que assistem e não têm muitos minutos estão ajudando a equipe, a cada momento, a ficar mais forte. Isso é muito importante. Diz muito sobre a saúde deste grupo de trabalho, a boa competitividade que está no vestiário. Todos sentem a vitória de uma forma incrível e se frustram quando não terminam. Ganhar. Todos compartilham o mesmo sentimento e isso é ótimo. “

READ  Ainda existem mais de meio milhão de vacinas contra a gripe

More from Germano Álvares

Guardiola: Não é fácil, mas o Porto já jogou com oito jogadores na região ″

Pep Guardiola, treinador do Manchester City Fotografia: Agence France-Presse artigo 01 de...
Read More

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *