Retirada do Afeganistão | Um porta-aviões e dois bombardeiros para proteger os americanos

(Washington) O chefe do Pentágono Lloyd Austin enviou mais dois bombardeiros B-52 ao Golfo e estendeu a missão na zona do porta-aviões. USS Eisenhower O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse na sexta-feira para proteger a anunciada retirada das forças da coalizão internacional do Afeganistão.


France Media

Kirby disse em um comunicado à imprensa que o secretário de Defesa dos Estados Unidos “aprovou hoje algumas medidas adicionais”.

O USS Eisenhower Ele acrescentou que os dois B-52s permaneceriam na área “por um tempo” enquanto “chegassem lá”.

Foto de Ryan de Maclernon, Arquivos Navais dos EUA

Operadora USS Eisenhower

Os chamados bombardeiros pesados ​​”Stratofortress”, que podem carregar armas nucleares, costumam ficar estacionados no Catar, onde os militares dos EUA têm uma grande base.

O porta-voz não descartou o envio de outros reforços para participar da tremenda operação logística de retirada de cerca de 2.500 soldados americanos, além de mais de 16.000 civis subcontratados e seus equipamentos.

Além disso, há cerca de 7.000 soldados da OTAN que dependem fortemente dos militares dos EUA para o transporte de tropas e equipamentos.

“É razoável acreditar que pode haver medidas temporárias adicionais para proteger as forças”, acrescentou ele, observando que enquanto os veículos blindados mais avançados serão evacuados por ar, outros serão entregues ao exército afegão.

See also  Incêndio na Califórnia: mais de 500 casas evacuadas

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *