retardado no Afeganistão | O tradutor que salvou Biden em 2008 pede ajuda a ele

(Washington) Um ex-intérprete do Exército dos EUA afegão, preso em Cabul após a retirada dos EUA, pede ajuda a Joe Biden, que ajudou a salvá-lo de uma tempestade de neve de 2008 no Afeganistão, em uma carta divulgada na quarta-feira Jornal de Wall Street.


Olá Sr. Presidente: Salve a mim e minha família. Não se esqueça de mim aqui “, implora Mohammed, cujo sobrenome não foi divulgado, pois temia por sua vida desde que o Taleban voltou ao poder em meados de agosto.

Testemunhos na imprensa dos EUA se multiplicam sobre civis afegãos que trabalharam para as forças dos EUA que não foram evacuados de avião antes de os EUA saírem do Afeganistão, pondo fim a uma guerra de 20 anos na segunda-feira.

Desde então, ele está escondido com sua esposa e quatro filhos. “Não posso sair, estou com tanto medo”, disse ele.

Joe Biden era senador na época

O ex-tradutor, estacionado na Base da Força Aérea de Bagram, fazia parte de uma unidade que veio ajudar três senadores, incluindo Joe Biden, em uma visita ao Afeganistão em fevereiro de 2008.

Depois de cair em uma tempestade de neve, o helicóptero teve que pousar com urgência em um barranco a cerca de trinta quilômetros da base, segundo um ex-soldado entrevistado pelo jornal.

Assim que as três autoridades eleitas estavam seguras, Muhammad permaneceu de prontidão por trinta horas ao redor do avião, enquanto esperava por uma janela de tempo favorável para decolar novamente.

de acordo com Jornal de Wall StreetJoe Biden mencionou essa viagem para mostrar sua expertise em política externa durante a campanha presidencial de 2008, quando era vice-presidente Barack Obama.

See also  Matt Rush Limbaugh, ícone conservador do rádio

Muhammad solicitou um visto especial de imigrante, emitido para aqueles que trabalharam com os militares dos EUA. Mas a empresa que o contratou perdeu os documentos necessários, segundo Brian Genthe, sargento da Guarda Nacional do Arizona que fez parte da missão de resgate.

Após a vitória do Taleban, Muhammad tentou a sorte no aeroporto de Cabul, onde uma evacuação em grande escala estava em andamento. Mas os soldados americanos se recusaram a permitir que sua família fosse com ele.

Em resposta a uma pergunta do jornal, a porta-voz da Câmara, Bunch Jane Psaki, confirmou na terça-feira que os Estados Unidos continuarão tentando evacuar seus aliados afegãos.

Ela disse: “Nossa mensagem (para Muhammad) é: Obrigado por estar conosco nos últimos vinte anos.” “Nós vamos mandar você embora.”

o Washington Post Ele também relatou o caso de “Mike”, outro ex-tradutor afegão que possui um green card e agora mora nos Estados Unidos. Depois de retornar ao Afeganistão para tentar evacuar sua família, ele se escondeu em Cabul com sua esposa, três filhos, pais, dois irmãos e uma irmã.

Ele esperou 36 horas em frente aos portões do aeroporto, mas não conseguiu passar pelos portões, de acordo com Zach Desbrow, seu ex-capitão em 2012, que mesmo assim encontrou lugar em um avião militar.

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *