Raiva por causa de um vídeo do chefe do lobby pró-armas dos EUA atirando em um elefante

Já em turbulência por questões legais, Wayne LePier, presidente do grupo de lobby pró-armas nos Estados Unidos, ficou constrangido desde que postou um vídeo que o mostrava atirando embaraçosamente em um elefante em Botsuana, um novo golpe para sua reputação.

A filmagem, feita como parte de um documentário patrocinado pela National Rifle Association, data de 2013 e foi descoberta pelos meios de comunicação The Trace e The New Yorker.

A série nunca foi ao ar, com o lobby preocupado com uma possível “falha de relações públicas”, de acordo com a The New Yorker.

Vemos Wayne Lapier, vice-presidente executivo da Autoridade de Recursos Naturais e um forte defensor de armas de fogo, foi à caça de elefantes em Botswana. Atira em um monstro próximo, mas apenas atira nele. LaPierre se aproximou do elefante quase de perto, mas ainda assim errou o alvo.

Após mais tentativas, outra pessoa matará o animal.

Outra filmagem mostra a esposa de Wayne Lapier, Susan, matando outro elefante e, em seguida, cortando sua cauda gritando “VIN!” “

E é assim que Wayne LePier lida com caçadores e proprietários de armas, porque ele não é apenas desumano, mas também um péssimo atirador, respondeu Shannon Watts, fundador do Moms Demand Action, uma organização que luta contra a proliferação de armas nos Estados Unidos Estados.

“É desprezível ver o massacre brutal e constrangedor de La Pierre desta criatura maravilhosa.” Nenhum animal deveria sofrer assim “, disse Tania Snireb do Center for Biological Diversity em um comunicado.

“Especialistas internacionais declararam os elefantes da savana uma espécie em extinção e de forma alguma esses animais espertos devem ser usados ​​como alvo de papel por um atirador incompetente”, disse ela.

READ  Traduzido por Amanda Gorman: Progressive Victim of Progressive

A NRA não está nos primeiros contratempos. No início de agosto, foi atacado pelo Procurador do Estado de Nova York, que exigiu sua dissolução. LaPierre e três outros altos funcionários são acusados ​​de usar as contribuições de seus membros como seu “cofrinho”, a ponto de tornar a organização quase insolvente.

Ela atacou o NRA entrando com pedido de falência em um tribunal federal em Dallas.

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *