Ragnarok será o último episódio dos países nórdicos e isso é legal

Ele está em uma entrevista com o podcaster capitão cuba Aquele Cory Balrog, Produtor de God of War Ragnarok, revelou que esta segunda obra encerrará as aventuras de Kratos e Atreus nas terras dos Vikings. Uma decisão engraçada para um jogo que poderia ter sido uma trilogia, mas o motivo é excelente, e seria bom se outros estúdios se inspirassem nela.

Crédito da imagem: Sony

De acordo com Cory Balrog, o desenvolvimento do primeiro God of War levou 5 anos, e o segundo episódio levou mais 5 anos. Publicar uma trilogia de mais de 15 anos para contar uma única história é algo muito extenso em termos de tempo, desenvolvedores e público. Além disso, se este nome God of War tem Ragnarok, é equivalente ao apocalipse, mas em uma versão longa noite seguida por uma grande batalha final.

Na verdade, já se passaram mais de 10 anos desde que a trilogia veio a público, visto que, para ele, a trilogia começa enquanto está sendo comercializada e não desenvolvida. De qualquer forma, a fuga do estúdio poderia durar anos com a mesma história. No entanto, as aventuras de Kratos certamente não terminarão após os deuses nórdicos, deuses romanos nunca antes visitados, assim como os deuses hindus e a famosa Kali.

Leia também: God of War, Ratchet e Clank, Forbidden West e même Gran Turismo 7 no PC?

See also  The Nintendo Switch sold more than any other console combined last year in the UK

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *