Portugal, em vésperas das eleições presidenciais, sem surpresa

O cara é fácil de se conviver, simpático, extrovertido. Marcelo Rebelo de Sousa, 72, tem três empregos: acadêmico, professor de direito, política, tempo à frente do PSD, mídia e fundador do semanário.
Expressão Por muito tempo apresentou suas análises políticas na televisão.

Hoje, essa disposição esclarecida, favorecida pelo voto, parece se ater à função presidencial, embora a mantenha simples. Um atleta, adepto da natação, atrai simpatia ao mergulhar para salvar um caiaque em perigo. Ou fazem compras no supermercado sem guarda-costas. Ou imponha um contrato de Aikido a Donald Trump. Ou vá de carro no meio do terreno carbonizado para apresentar condolências aos familiares das vítimas, como aconteceu nos incêndios do verão de 2017 (65 pessoas)

“É um cérebro hiperativo, cheio de dúvidas. É de direita, mas é popular sem ser populista. Com o primeiro-ministro socialista, Antonio Costa, ele forma um par harmonioso que não compete desnecessariamente”, afirmou. Yves Leonard, co-autor de História de portugal (Chandini). Ninguém duvida: a 24 de janeiro de 2021, o rei selfie, que reconciliou os portugueses com a política, será reeleito chefe de Estado por um mandato de cinco anos. Mas será que o recorde ultrapassará 70% dos votos? Por causa da crise de saúde e

READ  Manchester City XI x Wolverhampton: lista esperada, últimas notícias da equipe, atualizações de lesões da Premier League hoje

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *