Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Electrofer constrói nova unidade na Marinha Grande

O grupo Electrofer vai construir uma nova fábrica na zona industrial da Marinha Grande. Segundo a edição de hoje do Região de Leiria, esta nova unidade contará com um investimento de 25 milhões de euros e congregará a Electrofer 2, sedeada na Marinha Grande, e a Electrofer 3, da Barosa.

Inautom prepara entrada no mercado brasileiro

A Inautom foi a primeira empresa portuguesa a marcar presença na Estónia. Actualmente, esta empresa de reparação e comercialização de máquinas de injecção de moldes, conta com três filiais – a Inautom Nordic, Inautom Baltic e Inautom Mosco – e prepara-se para abrir uma agência no Brasil. O investimento é de 500 mil euros.

Pombal poderá receber central de biomassa

O distrito de Leiria pode vir a receber uma das quinze centrais de biomassa projectadas pelo governo, apesar de, à partida, Leiria não ter sido contemplada nos 12 distritos escolhidos para a sua localização, revela a edição de hoje do Diário de Leiria.

Empresários recebem comitiva marroquina na NERLEI

Um grupo de empresários da região de Leiria vai receber, no próximo dia 13, uma delegação de parlamentares marroquinos, acompanhada do director do Centro de Investimentos da Região de Gharb-Chrarda-Béni–Hssen e Embaixador do Reino de Marrocos. O encontro é promovido pela NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, e realiza-se às 14h30, no edifício da associação.

«Leiria é vencedora a nível de empreendorismo»

Leiria é o único distrito do país, para além de Lisboa e Porto, em que a CGD disponibiliza Gabinetes de Apoio à Empresa, revelou Isabel Neto, directora central de marketing da Caixa Geral de Depósitos (CGD). «Leiria é, portanto, vencedora a nível de empreendorismo», adiantou.

ADIC pretende incentivar o desenvolvimento de competências

A Associação para o Desenvolvimento Integrado de Competências (ADIC) nasceu com o objectivo de desenvolver acções que incentivem o desenvolvimento de competências em empresas ou entidades públicas. Em última análise, trata-se de promover o desenvolvimento económico e social da região, através do aumento da sua competitividade.