Ouvindo Mozart para Epilepsia

ouvindo Sonata para piano piano em ré maior (NS.

Esta conclusão, que também aponta para o facto de que respostas emocionais positivas a esta obra musical podem contribuir para o seu efeito terapêutico, foi publicada em Relatórios científicos.

Trabalhos anteriores mostraram que ouvir essa música está associado a um menor aumento na atividade elétrica do cérebro associada à epilepsia em pessoas com esta doença. No entanto, o efeito da duração da audição sob esta associação, bem como as razões para este efeito, permaneceram obscuros até agora.

Robert Kwon e colegas usaram EEGs para medir a atividade elétrica nos cérebros de 16 adultos com epilepsia resistente a medicamentos enquanto ouviam uma série de videoclipes de 15 ou 90 segundos, incluindo trechos da peça de Mozart.

Os autores do trabalho descobriram que ouvir 30 a 90 segundos de uma obra de compositor clássico, mas não outros videoclipes, estava associado a uma diminuição de 66,5%, em média, no número de atividade elétrica relacionada à epilepsia em todo o cérebro.

Esses cortes eram mais numerosos no córtex frontal esquerdo e direito do cérebro, que são regiões associadas à regulação das respostas emocionais.

Os pesquisadores também descobriram que, quando os participantes ouviam o final de sílabas longas e repetitivas, um tipo de atividade elétrica chamada atividade teta ganhava impulso no córtex frontal. Estudos anteriores sugeriram que essa atividade teta pode estar relacionada a respostas emocionais positivas à música.

Segundo os autores do novo trabalho, ouvir a faixa de Mozart por no máximo 30 segundos pode ativar redes no cérebro associadas a uma resposta emocional positiva à música, que são as redes operadas pelo córtex frontal. Eles confirmaram que a ativação dessas redes poderia ajudar a reduzir o aumento repentino da atividade elétrica associada à epilepsia em pacientes com a forma da doença resistente a medicamentos.

See also  O rover persistente produziu oxigênio em Marte

Obtenha o melhor de nós

Incentive Pieuvre.ca

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *