OpenLux: Financiamento de Luxemburgo passou por um raio-X


CO primeiro: graças aos dados coletados por nossos colegas do jornal o mundo et de l’OCCRP (Projeto de Relatório de Crime Organizado e Corrupção), Tarde Consegui abrir a porta desse cofre que é Luxemburgo, o décimo segundo maior centro financeiro do mundo e o terceiro da Europa – depois de Londres e Zurique – De acordo com o último lançamento do Índice dos Centros Financeiros Globais. Para avaliar a situação financeira, observemos simplesmente que quase nove em cada dez empresas registradas no Grão-Ducado são propriedade de não residentes e que mais de uma em cada três entidades em Luxemburgo são uma holding ou uma holding financeira sociedade, entidades beneficiárias de um regime tributário adequado, não tendo outra razão de ser senão a titularidade de ações em outras sociedades. Em comparação, o país tem 22 vezes menos restaurantes do que holdings.

READ  Fórmula 1 | Williams suou para consertar meu carro de Fórmula 1 bem a tempo de Portimão

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *