O exercício intenso pode levar à doença de Charcot

primário

  • A esclerose lateral amiotrófica (ELA), também conhecida como doença de Charcot, é uma doença neurodegenerativa séria que resulta na paralisia progressiva dos músculos envolvidos nas habilidades motoras voluntárias.
  • Apesar dos avanços significativos em seu tratamento, a doença de Charcot permanece incurável.

Embora o exercício físico seja bom para a saúde, o exercício muito intenso contribui para o desenvolvimento da doença de Charcot, de acordo com Novo estudo.

Fator de risco controverso

Já foi comprovado que os jogadores de futebol americano têm seis vezes mais chances de morrer de doença de Charcot. No entanto, essa associação não foi a mais forte.

Até agora, esportes intensos têm sido um fator de risco controverso. Dr. Johnathan Cooper-Knock, um dos autores do novo estudo, explica em um e-mail para IFLScience. “Em particular, nos perguntamos se os exercícios não reduzem simplesmente o risco de morte por outras doenças, o que poderia aumentar indiretamente a probabilidade de atletas seniores morrerem da doença de Charcot.” contínuo.

Para tirar essa dúvida, desta vez os pesquisadores se voltaram para a genética. Eles analisaram mais de 300 genes conhecidos por serem afetados por exercícios intensos e descobriram que mais de um em cada cinco desses genes estava associado a um risco aumentado de doença de Charcot.

doença misteriosa

O exercício físico não é um fator de risco homogêneo, Determina o teste. “Diferentes tipos de exercícios podem afetar diferentes vias biológicas e até diferentes subtipos de neurônios motores. Nosso estudo não mostra um papel causal para exercícios de baixa intensidade, mas destaca a toxicidade resultante.” Exercícios recreativos repetitivos de alta intensidade Detalhes dos pesquisadores. No entanto, o exercício ainda é muito benéfico para a maioria das pessoas. eles concluíram.

A origem e evolução da doença de Charcot permanecem um mistério para os cientistas. O famoso físico Stephen William Hawking, que foi diagnosticado aos 20 anos, viveu 50 anos a mais do que os médicos esperavam na época.


READ  Um composto na fruta para a prevenção e tratamento de doenças
Ce sujet vous intéresse ? Venez en discuter sur notre forum !
-->

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *