Número do Pi: uma universidade suíça afirma ter quebrado um recorde

Na segunda-feira, uma universidade suíça informou ter estabelecido um recorde para o cálculo do número Pi, com 62,8 trilhões de casas decimais após a vírgula.

Em um comunicado, a Universidade de Ciências Aplicadas (HES) em Graubünden, leste da Suíça, tem o prazer de alcançar este resultado graças a um computador de alto desempenho funcionando por 108 dias e 9 horas.

“É, portanto, duas vezes mais rápido que o recorde estabelecido pelo Google em 2019 e cerca de 3,5 vezes mais rápido do que o último recorde mundial estabelecido em 2020”, disse o comunicado à imprensa.

Os últimos dez dígitos do Pi são “7817924264”, referindo-se a HES, indicando que ele só revelará o número completo quando o registro for aprovado pelo Guinness World Records.

O comunicado de imprensa garante que o computador HES superou em seus cálculos o antigo recorde mundial de 50.000 bilhões de casas decimais ao adicionar 12.800 bilhões de novos dígitos desconhecidos até então.

Pi é o número pelo qual devemos multiplicar o diâmetro do círculo para obter sua circunferência e é impossível saber o valor exato porque o número de dígitos após a vírgula decimal é infinito.

Mas o conhecimento do Pi está sendo constantemente refinado graças à chegada de computadores poderosos.

No entanto, mesmo que os entusiastas lutem para lembrar centenas ou milhares de dígitos após a vírgula, o público em geral geralmente fica com 3,1415927, na melhor das hipóteses.

See also  China: 'Lobos' presos na diplomacia de combate

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *