Michel Burez e Maxime Hussnot nas oitavas de final do Pro France

Depois de várias chamadas, Quiksilver Pro France disparou suas oito rodadas da terceira rodada às 14h45, em um ambiente um tanto violento, devido aos ventos fortes e mais orientado para a costa. Dos três candidatos franceses na quarta-feira, dois se classificaram para as oitavas de final. Se Maxime Hussnot e Michel Burez arrebataram sua passagem, Jurgen Cuisiner permaneceu no chão.

Sob o olhar de Rob Machado, a última seqüência do dia foi muito intensa entre Frederico Moraes, aclamado na praia pelo conterrâneo Thiago Perez, e os franceses Porrez e Cosiné. Se os portugueses eram intocáveis ​​graças ao início muito eficaz da série – os portugueses abrigaram-se rapidamente com 6 e 6,17 – então os taitianos e as Reunião lutaram pelo segundo gergelim até os últimos segundos.

Todos pontuaram 4,33 (uma pequena melodia para Couzinet) e foi Burez quem fez a diferença na sua última onda, um brilhante patinador de esquerda e um 5,10. No final, o polinésio foi para 0,97 pontos (9,43 contra 8,46 para Cusinnett) e se oporia a Samuel Bobo por uma vaga no quarto.

Michael Bowers. (D.Poullenot / Dory Surf the World via Getty Images)

Huscenot estreitamente

Maxime Hussnot também passou por muita dificuldade. Os reunioneses, que terminaram em segundo lugar na série, se classificaram com 0,36 pontos. Ele pegou suas duas melhores ondas na largada, ao longo de duas estreitas, a primeira 4,83 (grande curva) antes de 5,03 (duas manobras, carve e big turn). Total: 9,86.

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *