Messi tira o Paris Saint-Germain da armadilha de Leipzig

A primeira dobradinha parisiense de Lionel Messi, trazida por Super Kylian Mbappe, permitiu ao Paris Saint-Germain derrubar o RB Leipzig (3-2) e manter a liderança do grupo na Liga dos Campeões na terça-feira durante o terceiro dia.

Artilheiro de Messi! Um gol de apoio a Mbappe (67), contra o Manchester City (2-0), e Banenka com um pênalti infligido por seu parceiro demoníaco (74) o fez cantar e gritar “Messi!” No Parc des Princes.

O Paris Saint-Germain permaneceu sozinho na liderança do seu grupo com 7 pontos, um ponto atrás do Manchester City, que se transferiu para o Brugge (5-1). A equipe de Mauricio Pochettino já havia batido os ingleses, com gol de Messi, que tem três na C1, com passe de Mbappe.

Foi o seu primeiro golo e este é o seu primeiro duplo. A dupla saiu do Paris Saint-Germain e avançou por 2 a 1 antes da dobradinha da Argentina, após gols de Andre Silva (28) e Nordy Mukele (57).

A rebatida “Pulga” acertou no poste e lambeu toda a linha de Peter Gulasci, mas a argentina ainda estava lá para empurrá-la para o fundo, caso ela não entrasse.

Poucos minutos depois, Mohamed Simakan, um ex-residente de Estrasburgo, se lançou sobre Mbappe na área para receber o pênalti vencedor.

E, novamente, Mbappe, seu único discurso falso da noite, marcou mais do que um pênalti na prorrogação (90 + 3), por falta sobre Achraf Hakimi.

– Jogo em equipe progrediu –

As sanções são compartilhadas de maneira justa entre as três estrelas do movimento multinacional. Neymar, que estava levemente ferido, não estava na grama.

Não é muito perigoso para Mbappe, em uma de suas acelerações já havia aberto o placar (nono). A defesa de RB cometeu o irreparável: deixar “Kyky” ir contra ele. Julian Draxler disparou o míssil parisiense N.7 em Willie Urban com um gancho e enganou Peter Golasky no lado fechado.

See also  Jeff Jones is still with WarnerMedia, despite Ray Fisher's claim

E os indivíduos tinham tirado Paris da mata, especialmente na ausência de “Nai”, Angel Di Maria, suspenso, e Mauro Icardi, em meio a uma crise conjugal e isento deste jogo.

Apesar de sua mão de obra de ouro, Paris ficou um pouco aquém ao atacar fora do banco.

Mas o grande esforço de Pochettino, a partida por equipes, avançou na noite de terça-feira, em um jogo divertido onde as duas equipes estavam interessadas em construir seus ataques.

Messi e Mbappe salvaram vários passes cruciais, o PSG agarrou bem a bola, mas durante muito tempo faltou nitidez à baliza.

– O objetivo de Mokele –

Nem tudo está pronto, tirando isso, o Paris também sofreu muitas perdas com a bola (duas para Marco Verratti) e Presnel Kimpembe lutou na frente do colega Christopher Nkunku, que o devorou ​​com a cabeça pouco antes de um golpe de André. Silva está na trave (27), e contra o atacante português, que escapou dele no empate.

O RB Leipzig ameaçou Navas várias vezes e, desta vez, André Silva fez um bom cruzamento no fundo de Angelino para empatar.

A equipa espanhola deu uma segunda assistência do mesmo tipo na diagonal a Mokelly, o que deu ao Leipzig uma vantagem.

Sem pontos, RasenBall não podia mais considerar seriamente a qualificação, mas não foi imerecida.

Keylor Navas, que se recuperou de uma pequena lesão com a Costa Rica e voltou ao gol, teve que salvar duas vezes no mesmo procedimento na frente de Konrad Laimer e depois de Andre Silva (7º) e assistiu Nkunku pular um chute demais (42).

O Leipzig ameaçava até o fim, mas o PSG não desistiu da terceira vitória consecutiva.

See also  FE em Mônaco: as comparações inevitáveis ​​com a F1

Os torcedores do parc cantaram para ele realmente pensar no próximo jogo da Ligue 1, o Clássico de Marselha, no domingo.

eba / fbx

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *