Messi salva o Paris Saint-Germain sem inspiração!

A primeira dobradinha parisiense de Lionel Messi, trazida por Super Kylian Mbappe, permitiu ao Paris Saint-Germain derrubar o RB Leipzig (3-2) e se manter na liderança do grupo na Liga dos Campeões.Terça-feira, terceiro dia. Messi é um artilheiro! Um gol em apoio a Mbappe (67), contra o Manchester City (2-0), e Banenka com um pênalti infligido por seu parceiro demoníaco (74) o fez cantar e gritar “Messi!” No Parc des Princes. O Paris Saint-Germain manteve-se sozinho na liderança do seu grupo com 7 pontos, um ponto atrás do Manchester City, que se transferiu para o Brugge (5-1). A equipe de Mauricio Pochettino já havia batido os ingleses, com gol de Messi, que tem três na C1, com passe de Mbappe. Foi o seu primeiro golo e este é o seu primeiro duplo. E a dupla tirou o Paris Saint-Germain de uma jogada ruim e avançou por 2 a 1 antes da dobradinha da Argentina, após gols de Andre Silva (28) e Nordy Mukele (57).

A rebatida “Pulga” acertou no poste e lambeu toda a linha de Peter Gulasci, mas a argentina ainda estava lá para empurrá-la para o fundo, se ela não tivesse entrado. Poucos minutos depois, Mohamed Simakan, um ex-residente de Estrasburgo, se lançou sobre Mbappe na área para receber o pênalti vencedor. E, novamente, Mbappe, seu único discurso falso da noite, marcou mais do que um pênalti na prorrogação (90 + 3), por falta sobre Achraf Hakimi.

Jogo de equipe progrediu

As sanções são compartilhadas de maneira justa entre as três estrelas do movimento multinacional. Neymar, que estava levemente ferido, não estava na grama. Não é muito perigoso para Mbappe, em uma de suas acelerações já havia aberto o placar (nono). A defesa de RB cometeu o irreparável: deixar “Kyky” ir contra ele. Julian Draxler disparou o míssil parisiense N.7 em Willie Urban com um gancho e enganou Peter Golasky no lado fechado. E os indivíduos tinham tirado Paris da mata, especialmente na ausência de “Nai”, Angel Di Maria, suspenso, e Mauro Icardi, em meio a uma crise conjugal e isento deste jogo. Apesar de sua mão de obra de ouro, Paris ficou um pouco aquém ao atacar fora do banco. Mas o grande esforço de Pochettino, a partida por equipes, avançou na noite de terça-feira, em um jogo divertido onde as duas equipes estavam interessadas em construir seus ataques. Messi e Mbappe salvaram vários passes cruciais, o PSG agarrou bem a bola, mas durante muito tempo faltou nitidez à baliza.

Objetivo de Mokele

Nem tudo está pronto, tirando isso, o Paris também sofreu muitas perdas com a bola (duas para Marco Verratti) e Presnel Kimpembe lutou na frente do colega Christopher Nkunku, que o devorou ​​com a cabeça pouco antes de um golpe de André. Silva está na trave (27), e contra o atacante português, que escapou dele no empate. O RB Leipzig ameaçou Navas várias vezes e, desta vez, Andre Silva fez um bom cruzamento para o fundo de Angelino para o golo do empate. A equipa espanhola deu uma segunda assistência do mesmo tipo na diagonal a Mokelly, o que deu ao Leipzig uma vantagem. Sem pontos, RasenBall não podia mais considerar seriamente a qualificação, mas não foi imerecida.

Keylor Navas, que se recuperou de uma pequena lesão com a Costa Rica e voltou ao gol, teve que salvar duas vezes no mesmo procedimento na frente de Konrad Laimer e depois de Andre Silva (7º) e assistiu Nkunku pular um chute demais (42). O RB Leipzig ameaçava até o fim, mas o PSG não concedeu a terceira vitória consecutiva. E a torcida do Parc cantou para ele já pensando no próximo jogo da Ligue 1, o Clasico, em Marselha, no domingo.

See also  Juventus está respirando - Football.fr

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *