Manchester City coroado em números

Está começando a se tornar um hábito: pela terceira vez em quatro anos, o Manchester City é o campeão da Inglaterra depois de perder o Red Devils para o Leicester na terça-feira, 11 de maio. Mas desta vez o Skyblues Deixe muito pouco espaço para a ação. Os homens de Pep Guardiola dominaram ao longo da temporada, sem tremer e conquistando o segundo título nesta temporada, duas semanas após a vitória na Copa da Liga contra o Tottenham Hotspur. Na véspera da primeira final da Liga dos Campeões, os cidadãos estão a caminho de um histórico hat-trick. Não é de admirar, dado o seu desempenho nesta temporada. A evidência está em números.

7eEndereço da cidade

O Manchester City foi fundado em 1899 e há muito tempo testemunhou a proibição de seus títulos do campeonato inglês duas vezes, depois do TIGI 1937 e 1968. Mas desde a aquisição do clube por fundos dos Emirados em 2008, sOs kyblues se estabeleceram como um dos pesos-pesados ​​do torneio. Tanto é que o título de campeão da Inglaterra 2021 é o sétimo na história dos cidadãos a se tornar o quinto time mais bem sucedido da história, empatado com Aston Villa, atrás do Manchester United (20), Liverpool (19), Arsenal ( 13) e Everton (9).

Acima de tudo, esta é a terceira coroação em quatro anos, que estabelece a cidade de Cadore de todo o canal nos últimos anos. Por fim, já é o terceiro de Pep Guardiola desde sua chegada em 2016. O técnico catalão, tricampeão espanhol com o Barcelona, ​​e a Alemanha com o Bayern, somam 31 títulos em todas as competições.

18Lençóis limpos

Muitas vezes elogiamos – e com razão – a qualidade do jogo dos cidadãos nos últimos anos, mas o que fez a diferença nesta temporada foi a solidez defensiva que finalmente foi encontrada. Depois de anos gastando dezenas de milhões de euros na janela de transferências para arcar com os custos de defensores cada vez mais caros, o Manchester City está finalmente na ponta dos dedos ao atrair Robin Dias.

READ  O clube foi severamente punido pela ... FIFA!

Vindo do Benfica no verão passado por 68 milhões de euros, os portugueses trouxeram a serenidade que faltou a um guarda-redes da casa nos últimos anos. A prova: 18 jogos sem sofrer golos em 35 jogos, ou mais de um jogo em dois jogos sem sofrer golos. E 12 desses expurgos foram a dobradiça Robin Dias-John Stones, que derrotou o francês Emeric LaPorte. É o suficiente para fazer do City a melhor defesa do torneio.

12Gols de Gundogan

Sterling, Aguero, Gabriel Jesus, Mahrez, Foden, De Bruyne … É simples dizer que quando se trata de atacantes, o Manchester City tem um bom talento. O artilheiro do Skyblues na liga, no entanto, é o meio-campista Ilkay Gündogan. Com 12 gols no campeonato (16 em todas as competições), o meio-campista alemão de 30 anos tem sido o principal artilheiro da temporada.

Mas no City, mesmo que a equipe muitas vezes jogue sem um verdadeiro número 9 em termos de profissão, o perigo vem de todos os lugares, como Sterling (10 gols), Artilheiro (9 gols), Jesus (8 gols) ou mesmo Fouden (7 gols) objetivos). O mesmo vale para os passantes e, na primeira linha, Kevin De Bruyne, o maestro belga da cidade (11 assistências), é colocado na frente de Sterling (7) Bernardo Silva (6). Basta virar a cabeça dos defensores adversários.

Dia 15Vitórias consecutivas neste inverno

No auge do inverno, o Manchester City garantiu uma primavera brilhante. Como ? Ao acumular 15 vitórias consecutivas na Premier League, do final do outono ao final do inverno. Uma série marcada por sucessos retumbantes contra o Liverpool (4-1), Tottenham (3-1) e Chelsea (2-0), e ainda aumentou para 21 sucessos consecutivos em todas as competições. Foi o concorrente vizinho do Manchester United quem finalmente terminou no clássico, mas era tarde demais para recuperar o título do Skyblues, que já havia subido na classificação.

READ  Tênis: entrada mista para os franceses em Miami

Além disso, desde este obstáculo contra os Red Devils, o City avançou novamente com 5 vitórias nos últimos 7 jogos, antes da pausa final contra o Chelsea no sábado, 8 de maio, enquanto os cidadãos já tinham uma mão e meia na Taça dos Campeões . . Vale destacar que, ironicamente, o City perdeu mais que o United (5 derrotas a 4), mas venceu 25 vezes contra 19 competidores, o que explica a lacuna no ranking.

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *