Livro: Quando a Amazônia tira o ar dos Pirineus

Marcado por sua jornada na Amazônia que ia sendo penosa, Gil Bordnaff, a conselho de sua comitiva que regava de contos, registrou suas viagens nas histórias que foram tema de um livro recém publicado. Título: Amazônia com um coração perdido – Uma aventura verde.

Originário de Ariège, para onde voltou várias vezes, este partiu para viajar pelo Amazonas de canoa a pé durante quatro meses. A aventura remonta a 2016, mas ele não esconde que demorou um pouco para explorar os ziguezagues da escrita, área que até então desconhecia.

Gil Bordnav teve várias carreiras: foi policial, trabalhou no cinema e ao mesmo tempo não parava de caminhar em busca de novas terras. Ele não ignorava mais o deserto e as florestas da Europa, que acabou abandonado após o esmagamento da Guiana. Como de costume, ele sozinho decide um dia descobrir o rei dos rios, sem mais preparação. Sofrendo de malária em sua jornada, ele viaja por todos os estados, mas se apega. “Não temos escolha porque, se partirmos, a morte está garantida. Tive sorte, fui levado a um hospital improvisado onde recebi tratamento. A certa altura, estava muito desidratado, perdido, ferido, moral a zero. período em que quase fiquei louco, falei sozinho. Eu choro, dou risada … ”

Ao longo da água, Jill conhece pessoas. Ele não é fluente em espanhol ou português, mas tem sido capaz de se comunicar: “Principalmente com as mulheres, os homens são mais cooperativos do que cada um consigo mesmo.”

De todas as paisagens que consegue admirar, as do Peru são de longe as que prefere. Este último ousa comparar tanto com seu nativo Arij que planeja se aposentar lá. “Suas montanhas e vacas se parecem com as nossas … Entre as cavernas e prados, eles se parecem com os Pirineus.” Próximo destino: as grandes planícies da Argentina e da Bolívia.

See also  Vinte anos depois do euro, bilhões de francos, marcos e pesetas ainda estão ociosos em pequenos bancos
Amazon with a Lost Heart – Green Adventures, Jill Bordenaf, Editions Edilivre, € 30.

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *