Haaland, Oliveira … vídeo de todos os gols da noite

A segunda mão da 16ª jornada da UEFA Champions League, Juventus-Porto (3-2 na retaguarda) e Dortmund-Sevilha (2-2), testemunharam emoções na terça-feira. Encontre todos os gols da noite em vídeo.

Juventus-Porto (Qualify): 3-2 (AP)

(Church 49e, 63e, Rabiot 117e; Oliveira 19e sp et 115e)

Um grande suspense … e um desastre para a Juventus. Depois de perder a primeira mão em Portugal (1-0), a velha foi eliminada pelo FC Porto nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, após uma noite bastante movimentada. Sergio Oliveira, meio-campista do clube português (28), é o herói do dia. O primeiro artilheiro de uma cobrança de pênalti generosa (19), após fricção confortável Demiral e Mehdi Tarimi, marcou o gol de qualificação para o Porto em uma cobrança de falta longa (115).

Seu chute rasteiro bloqueou a barreira de Turim, notadamente Cristiano Ronaldo girando, então o goleiro polonês Wojciech Cesosny, que não tinha uma mão forte o suficiente, apesar da relativa força do chute. Adrien Rabiot rapidamente deu a vantagem à Juventus nesta partida (117º), mas não foi o suficiente. Com a regra dos golos fora de casa, o Porto é quem passa. E a Juventus, que se foi de novo.

Dortmund (qualificado) – Sevilha: 2-2

(Haaland 35 e 54 sp; En-Nesyri 69 sp, 90 + 6)

Mas de que planeta é? Aos 20 anos, Erling Haaland nunca parou de enlouquecer com as estatísticas e mergulhou na história da Liga dos Campeões. Uma leve finalização na área (35º lugar), uma cobrança de pênalti em duas etapas (54º): O norueguês conseguiu levar o Borussia Dortmund às quartas-de-final da Liga dos Campeões, depois de já ter feito um duplo gol no jogo da primeira mão em Sevilha. . O clube alemão ainda estava muito assustado no final da partida com a dobradinha do marroquino Youssef Nassiri (69 e 90 + 6). O Sevilha teve uma última chance na região do BVB, mas não conseguiu aproveitá-la.

See also  Estabilidade, Trabalho e Adaptação ... Benefícios do Método Kovac

Também vamos relembrar deste jogo esta série de oito minutos completamente insana no segundo tempo (48-56), desde o (brilhante) gol rejeitado por Erling Haaland ao cartão amarelo por ter bloqueado o goleiro adversário, através da intervenção do vídeo-assistente do árbitro para indicação de pênalti Por erro de Jules Conde sobre o norueguês, a suspensão de Yassin Bono foi considerada ilegal por falta de pé na linha e a segunda tentativa bem-sucedida do nº 9 do Dortmund. Você teve que seguir tudo! A questão agora é quem vai machucar Haaland nos círculos …

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *