Filippo Baroncini da Itália sagrou-se sexto campeão mundial, Thibaut Nice

O italiano Filippo Baroncini conquistou o título mundial Sub-23 na sexta-feira, em Leuven. Baroncini venceu ligeiramente após a corrida de 161,1 km entre Antuérpia e Leuven. O eritreus Benjamin Jermay ficou em segundo, à frente do holandês Olaf Koeig. Thibault Nice ficou em sexto. Quanto aos juniores, a corrida foi muito nervosa. As quedas ocorreram antes mesmo do início oficial.

Depois de dez quilômetros, um trio sobreviveu: o estoniano Gleb Karpenko, o neozelandês Logan Corrie e o irlandês Adam Ward.

Três belgas se encontraram no solo ao longo do caminho: Fabio van den Bosch no início da corrida, Arnaud de Lee a 63 km da chegada e Lennert van Eetvelt a 57 km da linha. Di Li foi o menos afortunado dos três, pois teve de desistir.

O último sobrevivente da separação, Ward foi capturado a 66 milhas do gol. Apesar da tentativa do francês Hugo Page, o pelotão permaneceu agrupado até 42 km da final, quando saiu um grupo de nove cavaleiros. Luca Colnaghi da Itália, o holandês Dan Hall, Anders Halland Johansen da Noruega, o tcheco Tomas Kubicki, o australiano Jared Drezner, o suíço Mauro Schmid, o americano Kevin Vervaijk, o neozelandês Finn Fischer Black e o português Fabio Costa. Depois de alguns quilômetros, eles se juntaram ao francês Kevin Foquelin e ao cazaque Yevgeny Fedorov.

Os onze homens estavam cerca de trinta segundos à frente do pelotão liderado pela equipe belga. Após a aceleração de Florian Vermeersch, a diferença caiu para menos de 20 segundos.

Em seguida, Mauro Schmid partiu para o ataque a 18 km da linha. O último começou com uma vantagem de 7 segundos sobre seus ex-companheiros desertores e 21 no set de Vermeersch.

Os holandeses estavam caçando Schmid. O suíço aguentou quase dez segundos antes da subida final de Wijnpers, a 6 quilômetros da linha. O luxemburguês Arthur Clarkers partiu para o contra-ataque e voltou para Schmid, que também foi capturado por Peloton. Em seguida, o italiano Filippo Baroncini fez seu desempenho geral e tirou cerca de dez segundos do pelotão.

See also  MotoGP: Quarteraro e Zarco na Catalunha para ficar no topo

Na ascensão de Santo Antônioberg, Baroncini resistiu e conquistou o título mundial. Baroncini, vice-campeão europeu atrás de Thibaut Nice em Trento, foi distinguido por seu quarto lugar na Copa Sabatini alguns dias depois. Ele se tornará profissional na próxima temporada com Trek-Segafredo.

O eritreus Benyam Jermaye venceu a corrida pelo segundo lugar com um tempo de dois segundos, à frente do holandês Olaf Koig. Thibaut Nice terminou em sexto.

A Hope Race não teria acontecido em 2020 em Imola, que só sediou eventos de elite. Outro italiano, Samuel Battistella, venceu a última edição em Yorkshire em 2019.

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *