Euro: a Suíça domina a Turquia e sonha com o oitavo

A Suíça venceu o dobro de Shaqiri e virou executivos, dominando a Turquia no domingo por 3 a 1 em um jogo de desvantagem e terminando em terceiro no Grupo A, na esperança de chegar à fase eliminatória.

Com três derrotas, oito gols sofridos e um gol, os jogadores do Senol Gunes estão eliminados, apesar da vontade que surgiu no domingo, do festival de golpes e de um bom goleiro.

• Leia também: Euro 2020: a Itália está progredindo perfeitamente

Com quatro pontos, enquanto os futuros campeões portugueses precisaram de apenas três para cruzar as barreiras no Euro 2016, os suíços podem manter a esperança de estar entre os quatro primeiros no terceiro lugar.

Se Nati sair da piscina, como aconteceu nos mundiais de 2014, 2018 e Euro 2016, terá que fazê-lo quando seus principais jogadores acordarem, muito criticados após o empate com o País de Gales (1-1) e a derrota para Itália (3-0).

Por outro lado, terá que recuperar a coesão defensiva, que acabou pagando para diminuir o gap na segunda metade dos alertas em sua jaula.

Seferovic en pivot

Ela também pode se arrepender das oportunidades perdidas, enquanto um melhor saldo de gols a teria permitido retornar ao País de Gales, que foi derrotado pela Itália (1-0).

A Turquia mostrou-se perigosa desde os primeiros minutos, com um remate de longe de Burak Yilmaz (segundo), frustrado com a sua esterilidade no torneio, seguido da defesa de Yan Sommer a meia bola de Kan Ayhan.

Mas a Suíça, afiada em suas falhas, converteu sua primeira chance com um excelente cruzamento cruzado de Seferovic no chão, voltando ao gol na entrada da superfície (1-0, 6).

See also  Espanha, Sérvia e Croácia se classificam para a Copa do Mundo e Portugal para a repescagem

Os turcos aumentaram suas tentativas de captura e Sumer teve que disparar um novo tiro de Mulder (15º lugar), sem que nenhuma equipe pudesse remover o perigo de suas jaulas.

Até agora decepcionando o técnico suíço, a falta de tempo de jogo com o Liverpool, Xherdan Shaqiri encontrou suas pernas e sua roupa favorita, o jogador decisivo na fase final.

N.10 Helvetian serviu na entrada do telhado, e mandou para a baía de Cakir um chute limpo da direita, mas seu pé ruim (2-0, 26).

Guloseimas Shakiri

Dois minutos depois, Seferovic disparou um tiro soberbo, até que Shaqiri não conseguiu exacerbar o placar, mas Junuk desviou com o pé para o poste direito.

Aproveitando as avenidas abertas pela Turquia, os suíços fizeram mais tentativas, mas não conseguiram se proteger (colocações 45, 49, 51, 52, 57).

O pênalti, no decorrer da partida, veio do centro do Fenerbahçe: Irfan Kahn Kahveci, que jogou com Rodriguez antes de seu chute para o ângulo superior da Suméria (2-1, 62).

Em uma partida acirrada, Shaqiri deu ar ao seu povo com um chute poderoso no segundo poste (3-1, 68), perfeitamente servido por um terceiro passe de Stephen Zuber.

Rosnando, presente tanto na recuperação como na condução, o capitão Granit Shaka acertou na trave na cobrança de falta (78), mas viu o cartão amarelo devido ao gesto de tensão.

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *