Direitos humanos: China “condena veementemente” o comunicado de imprensa do G7

Pequim | Na quinta-feira, a China condenou “veementemente” a declaração dos ministros do Exterior do Grupo dos Sete, que criticou sua política de direitos humanos e repressão em Hong Kong.

“Os ministros do G7 fizeram acusações infundadas contra a China e interferiram descaradamente em seus assuntos internos”, disse o porta-voz diplomático chinês Wang Wenbin a repórteres.

Os ministros dos sete países (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), durante seu encontro em Londres, pediram a Pequim que “respeite os direitos humanos e as liberdades fundamentais”.

O Grupo dos Sete disse estar “preocupado” com as violações dos direitos básicos, especialmente em Xinjiang (noroeste da China), onde a minoria muçulmana “uigures e membros de outras minorias étnicas e religiosas estão sendo visados”.

Falando de Hong Kong, onde Pequim impôs a Lei de Segurança Nacional no ano passado, os ministros criticaram o sistema comunista por “minar fundamentalmente os elementos democráticos do sistema eleitoral” na ex-colônia britânica.

Em resposta, Wang pediu na quinta-feira aos países do G7 que “lidem com seus problemas”.

READ  Relações Ucraniano-Russo | Erdogan não quer "escalar as tensões"

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *