Dia Mundial do Sono: Durma bem para viver uma vida melhor

Durma bem para viver uma vida melhor. Por ocasião do Dia Mundial do Sono, juntamo-nos à neurologista portuguesa Teresa Paiva que fundou o Centro de Medicina do Sono em Lisboa, e os seus estudos recentes têm vindo a lançar luz sobre o impacto da epidemia nas nossas noites.

Durante a primeira fase da epidemia, cerca de 50% das pessoas tiveram o mesmo ou dormiram melhor do que antes. Mas durante a segunda fase, a qualidade do sono piorou“, Souligne Teresa Paiva.

No entanto, a falta de sono afeta a qualidade do trabalho, o que pode custar caro para a economia.

Um estudo realizado nos cinco países mais ricos do mundo mostra que a falta de sono custa entre 1 e 3 pontos percentuais do PIB. Portanto, a falta de sono é muito cara, na verdade muito cara (…) Mas a qualidade do sono e o bem-estar pessoal é antes de tudo uma responsabilidade individual, o Estado é obrigado a dar-nos vacinas para nos proteger do epidemia, mas somos responsáveis ​​pela nossa saúde.

Para dormir bem e ser saudável, você só precisa implementar algumas medidas simples, como evitar telas à noite e tentar limpar pensamentos negativos. Isso é ainda mais verdadeiro agora com a pandemia.

READ  Uber and Lyft drivers are suing in California for cancellation of Prop 22 poll

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *