Desporto mentais: atividades que estimulam a mente

Desporto mentais: atividades que estimulam a mente

Enquanto muitas pessoas se concentram no bem-estar físico quando praticam desporto, a verdade é que a componente mental também é importante. Felizmente, há muitas maneiras de praticar esta vertente. Sim, existem atividades que permitem testar e melhorar as habilidades de uma pessoa e ajudam a retardar os sinais de envelhecimento, entre outros benefícios. É aqui que entram os desportos mentais.

O que são desportos mentais?

São práticas que, ao contrário dos desportos físicos, precisam mais de um esforço da mente do que do corpo. Sendo, por isso, consideradas atividades competitivas que requerem muita concentração e capacidade mental, assim como uma alta capacidade de análise.

Por outro lado, para quem julga que os desportos mentais passam despercebidos ou são compreendidos como sendo meramente uma forma de recreação, a verdade é que são amplamente praticados por muitos profissionais, um pouco por todo o mundo.

Aliás, existe mesmo uma Associação Internacional de Desportos Mentais. O objetivo dela é promover as respetivas modalidades e, como tal, é responsável pela organização de competições e outros tipos de eventos com a intenção de dar maior visibilidade a este segmento.

A título de exemplo, desportos como poker, xadrez, damas ou bridge fazem parte dessa classificação.

Resumindo, são todas aquelas atividades que, além de terem também uma componente de diversão, exercitam a mente, seja através da memória, de estratégias ou da capacidade mental da pessoa para resolver um problema.

A importância de entender o contexto dos desportos mentais

Como referido, é muito comum confundir então este tipo de atividade desportiva com momentos de recreação. Contudo, seja qual for a modalidade mental, existe um contexto, assim como regras, estilo de jogo, estratégias, táticas etc.

Assim, o importante a reter é que antes de qualquer jogador iniciar qualquer um destes desportos mentais, é fortemente sugerido que entenda e se familiarize com as regras do mesmo, assim como com as táticas mais utilizadas.

See also  Bruno Fernandes, Notch Itinerary

Um bom exemplo disto é entender profundamente, por exemplo, os movimentos mais comuns no xadrez ou descobrir qual a pontuação dos vários grupos de mãos do poker, visto que têm uma ordem, onde cada grupo corresponde a uma determinada sequência de cartas.

Por outras palavras, o grau de complexidade associado a cada modalidade exige sempre que se entenda para depois experimentar.

Quais os benefícios dos desportos mentais?

É imperativo ter em atenção ao cérebro, uma vez que é um dos órgãos mais significativos do corpo humano. Aliás, muitos são os estudos, alguns ainda a serem desenvolvidos, que mostram como ele reage a eventos traumáticos ou estímulos positivos. Por isso, face à quantidade de reações despoletadas diariamente, o cérebro estará em muito melhor forma quanto mais for trabalhado e mais cuidado receber. É aqui que entram as vantagens dos desportos mentais. As principais são:

Desenvolvimento da memória

Uma das mais notáveis é a melhoria da memória, ajudando a retardar o aparecimento de distúrbios neurodegenerativos como Alzheimer ou demência senil. Cada encontro pode ter algum aspeto em comum com a anterior, mas nunca será o mesmo, e isto garantirá que o cérebro permaneça num maior estado de consciência, esteja sempre ativo e saiba como reagir a experiências que já viveu.

Aumento da capacidade analítica

É verdade. Os desportos mentais ajudam a desenvolver e aumentar o pensamento analítico. Quando um profissional é confrontado com a mesma circunstância, será vital selecionar novas técnicas de modo a surpreender a concorrência. Nesse sentido, num determinado desporto cada uma das ações tem um propósito, e o jogador deve pesar os benefícios e desvantagens de cada opção antes de avançar para qualquer jogada. A atenção deve ser direcionada para cada efeito viável, uma vez que esse mesmo efeito gera uma reação. Reação essa que se espera vencedora.

See also  Ricardo Horta was excused from the rally

Aliviar a tensão mental

Uma excelente técnica para aliviar o stress. Isto porque ao concentrar a atenção num jogo que precisa do foco completo, é o mesmo que dar ao cérebro uma pausa do stress da vida diária.

Por outro lado, numa vertente de competição é fundamental entender os momentos de pausa. Nesse sentido, os profissionais entre encontros experimentam uma libertação de tensão, bem como de endorfinas, resultando numa sensação de realização, ficando preparados para a próxima partida.

Incentivar a resolução de problemas

Sim, os desportos mentais são ideais para encontrar soluções rápidas. A resolução de problemas é uma habilidade que pode ser desenvolvida através desta procura, pois muitos destes desportos exigem que os jogadores respondam rapidamente a circunstâncias imprevistas. Nesse sentido, as habilidades adquiridas através de jogos como poker ou xadrez também podem ser utilizadas em outros aspetos diários.

Com efeito, fica provado que os desportos mentais são mais que jogos de tabuleiro ou cartas. São desportos exigentes, desafiantes e que exploram a destreza do pensamento humano. Por outro lado, são também gatilhos para melhorar um dos bens mais preciosos do corpo: o cérebro.

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *