Cristiano Ronaldo frustrado com o último golo rejeitado frente à Sérvia: “Há momentos difíceis de gerir, especialmente quando se sente que uma nação inteira foi afectada”

A tentativa de Ronaldo parecia cruzar a linha e o capitão ficou furioso com o fato. Ele jogou a braçadeira do capitão no chão em frustração. Horas depois do incidente, Ronaldo respondeu via Instagram: “Ser capitão da seleção portuguesa é um dos privilégios da minha vida. Sempre faço o meu melhor pelo meu país e sempre farei”, escreveu o atacante da Juventus. “Mas há momentos difíceis de lidar, especialmente quando você sente que uma nação inteira foi afetada. Vamos levantar nossas cabeças e passar para o próximo desafio. Vamos, Portugal!”

O técnico de Portugal, Fernando Santos, culpou o árbitro holandês pelo incidente. “Marcámos um golo que não contava na entrada da bola”, admitiu Santos à rede de televisão portuguesa RTP. “Embora tenha sido um gol óbvio na minha opinião. Em uma partida deste nível, isso não deveria acontecer.”

Porém, o Santos também recorreu ao seu próprio time. “Não podemos marcar dois golos e deixá-los voltar”. Portugal liderou por 0-2 em Belgrado.

Dois dias depois, Portugal divide a liderança do Grupo A nas eliminatórias europeias com a Sérvia e soma quatro pontos em seis.

See also  Uhm, “As coisas estão progredindo” bem para Sampaoli

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *