Coreia do Norte: Washington “interpretou mal” o diálogo, diz a irmã de Kim شقيق

Seul | A influente irmã do líder norte-coreano Kim Jong Un, Kim Yo Jong, disse na terça-feira que os Estados Unidos fizeram uma “interpretação errada” do diálogo que poderiam ter com Pyongyang, segundo a mídia estatal.

Os comentários vêm horas depois de uma declaração feita por Jake Sullivan, o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, que achou a declaração do líder norte-coreano “interessante”.

Em 18 de junho, Kim Jong Un anunciou que seu país deveria se preparar para “tanto o diálogo quanto o confronto” com Washington.

O governo dos Estados Unidos, que condena a “política hostil” de Pyongyang, não descartou um encontro com o líder norte-coreano um dia, mas frisou que isso não acontecerá sem compromissos claros por parte deste.

As negociações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte estão paralisadas desde o fracasso da segunda cúpula entre Donald Trump e Kim Jong Un em Hanói em 2019.

Sullivan disse à ABC News que Washington achou os comentários de Kim interessantes.

Ele acrescentou, no entanto, que o governo “vai esperar para ver se comunicações mais diretas sobre um possível caminho a seguir se seguem.

No entanto, Kim Yo Jong – um dos conselheiros mais próximos de seu irmão – parece estar descartando qualquer possibilidade de uma retomada rápida das negociações na terça-feira.

Em um comunicado divulgado pela agência oficial de notícias norte-coreana, ela disse que os Estados Unidos buscam “uma sensação de alívio”.

Ela acrescentou que suas expectativas estavam “na direção errada”, o que poderia “mergulhá-los em uma decepção ainda maior”.

Os comentários da irmã do líder foram feitos no momento em que o representante especial dos EUA para a Coreia do Norte, Sung Kim, está em uma visita de cinco dias a Seul.

READ  Estamos caminhando para uma grande crise com o Irã?

Na segunda-feira, ele se ofereceu para se encontrar com representantes de Pyongyang “em qualquer lugar, a qualquer hora, sem pré-condições”.

Poucas horas antes da publicação deste comunicado à imprensa, Sung Kim se reuniu com o ministro sul-coreano encarregado do ministério encarregado das relações inter-coreanas e reiterou o desejo de Washington de dialogar com a Coreia do Norte.

Veja também

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *