Como você se mantém otimista?

Todos estão vivenciando a atual crise de saúde coletivamente, mas, como indivíduos, a experiência pode ser muito diferente. Se alguns têm melhor desempenho do que outros, é porque aceitam a situação com flexibilidade e colhem os benefícios.

Mostre flexibilidade

Diante da dificuldade, alguns sentirão pena de si mesmos, enquanto outros poderão mostrar flexibilidade, ou seja, aceitar a situação percebendo que não adianta lutar contra um problema que não tem solução. Ao contrário da covardia, para esses otimistas, trata-se de mudar a si mesmo e criar esperança.

Quando você é resiliente, não vê o confinamento ou as restrições à saúde como um fracasso, mas sim como uma oportunidade que abre novas habilidades e autoconhecimento. Assim, permanecer otimista reinventa sua vida cotidiana, relativizando seus medos e justificando-os.

Decida não sofrer

Todos nós somos bombardeados com injeções há um ano: “Fica em casa, lava as mãos, usa máscara, respeita o toque de recolher, distanciamento social …”. No longo prazo, se alguns se afogam e sentem que estão passando por isso, outros permanecem positivos e se tornam atores em suas vidas, concentrando-se no que podem controlar.

Podemos, assim, agir no dia a dia, decidindo sobre nossa própria rotina, aprender algo novo, reservar um tempo para nós mesmos ou reinventar atividades que atualmente são inacessíveis. A crise também é o momento perfeito para desenvolver sua criatividade e ver o mundo de forma diferente, mantendo o seu e o bem-estar dos outros como objetivo.

Saiba mais: “Prosperando em tempos de crise: 21 estratégias positivas em psicologia” por Thierry Nadsek, Edições Aeroles.




See also  Com a volta dos dias de sol, cuidado com os carrapatos: aqui estão as reações certas a adotar

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *