Começa a produção de vacinas na França

RFI

Egito: Desfile de Múmias

Na noite de sábado, 3 de abril, 22 múmias reais egípcias foram transferidas do museu na Praça Tahrir para o Museu Nacional da Civilização Egípcia. O transporte assumiu a forma de um mega show com o objetivo de torná-lo um evento global. Entre as múmias deslocadas mais famosas: Faraó Ramses II e Rainha Hatshepsut. Com o nosso correspondente no Cairo, Alexandre Puccianti, às 20h (18h UTC), o show foi realizado sob as luzes e ao som de tambores e precedido por carros alegóricos faraônicos e dançarinos vestidos com trajes do Egito antigo. Vinte e dois navios em forma de encouraçado, cada um contendo uma múmia real, deixaram o Museu do Cairo, onde as múmias se instalaram por mais de um século, e começaram a percorrer as ruas da cidade e ao longo do rio Nilo. Ordem cronológica O faraó Sakinin Ra (século 16 aC), apelidado de “o bravo”, abriu o caminho e foi fechado por Ramses IX (século 12 aC). Foram mobilizados 60 motocicletas, 150 cavalos, mais 330 (alunos atletas), 150 músicos e 150 percussionistas do Ministério da Defesa, segundo autoridades na TV e no Twitter, devido às rígidas medidas de segurança que proíbem a presença da multidão. Após a sua chegada ao novo Museu Nacional da Civilização Egípcia, as múmias reais foram recebidas como chefes de estado: 21 disparos de canhão e o presidente Abdel Fattah El-Sisi. Em sua nova casa, cada uma das múmias será exibida em uma única sala separada. Com relíquias, sarcófagos de pedra e objetos funerários. A mostra também teve como objetivo promover o turismo e também a imagem do poder egípcio. O NMEC, que ocupa um grande edifício moderno, está programado para abrir suas portas ao público em 4 de abril de 2021. Mas as múmias não estarão em exibição ao público até 18 de abril. Além do NMEC, o Egito deve inaugurar em alguns meses o Grande Museu Egípcio (GEM), próximo às Pirâmides de Gizé, que abrigará coleções faraônicas. Veja também: Egito: Uma descoberta excepcional na tumba faraônica de Saqqara

READ  Cristiano Ronaldo "aponta o dedo" da Coca-Cola, patrocinadora do Euro 2020, em entrevista coletiva

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *