Ciência e religião possíveis diálogos?

A religião católica sempre se preocupou com o progresso científico – bem, nem sempre da maneira certa como evidenciado pela condenação de Galileu à heresia em 1633; Não foi reabilitado até 1992 pelo Papa João Paulo II. Mas a história dessa religião está cheia de personalidades a quem devemos grandes descobertas científicas.

A ciência, por sua vez, preocupa-se com o fenômeno religioso como um todo, nos vínculos entre religião e saúde, na emergência de crenças distintas. Ciência e religião podem dialogar? Essas são áreas integradas de especialização?

Hoje nossos convidados escreveram dois livros sobre este assunto:

Como explicar o ressurgimento da questão das relações entre ciência e religião desde 1980-1990? Além das questões inevitáveis, como a origem e o desenvolvimento da vida, que tal o “diálogo”: é possível ou imaginário? Existem áreas onde não há conflito entre ciência e religião? Existe uma associação com o retorno à Internet de crenças como as da Terra Plana? Ou com mais opinião pública do que nunca?

A religião não é complementar à ciência: é prejudicial a ela. Daniel Barrell

A ciência se desenvolveu em ritmos diferentes de acordo com a especialização. Surpreendentemente, em todas as disciplinas ela evoluiu levando Deus às extremidades. – Yves Gingrass

Para este último show da temporadaDevido à qualidade das trocas entre nossos dois convidados, apresentamos a você A. Eu voto para a ciência Alguns minutos a mais do que o normal. Boa audição!

READ  Associação de incentivo ao homem denuncia isolamento de obesos

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *