Carros: Wyz olha para o negócio de pneus na Europa

Postado em 11 de outubro de 2021, 11:01

O Grupo Wyz, uma plataforma digital que atua como intermediário entre vendedores e compradores de pneus (fabricantes, redes de pós-venda, gestores de frotas, etc.), oferece a si mesmo os meios para acelerar. A Compiégnoise SME, que emprega cerca de cinquenta pessoas e tem um volume de negócios de 60 milhões de euros, concluiu recentemente uma ronda de financiamento de 21 milhões de euros.

Direção da alemanha

Ao combinar a bpifrance, através do Automotive Future Fund 2, o BNP Paribas Développement, bem como a Generis Capital Partners, já na capital, a operação deverá permitir ao grupo estabelecer-se em novos mercados na Europa. “Estamos localizados na Espanha, Portugal, Benelux e Suécia. Isso é bom, mas podemos fazer melhor nos principais mercados automotivos, Alemanha e Itália em particular”, declarou Pierre Guirard, CEO da empresa.

Desde a sua criação em 2009, o Grupo Wyz tem se concentrado na crescente digitalização do setor de fornecimento de peças de automóveis. A sua proposta: reduzir significativamente a quota de referências de pneus indisponíveis, de 10 para 15% em média, reunindo estoques espalhados pelo continente através da sua plataforma. O conceito deu certo. Desde 2012, a empresa registra um crescimento médio de 30% ao ano.

diversificação

Além dessas novas fundações, a captação de recursos também deve facilitar a diversificação da empresa. Essa estratégia teve início em fevereiro passado com uma participação de 29% no capital da startup Spid Tech, especializada na venda de acessórios e peças de reposição para revendedores. “Essa fusão criou uma plataforma de e-commerce para o Grupo Nissan”, explica o diretor.

O Grupo Wyz também está procurando outros mercados, notadamente o segmento de veículos de mercadorias pesadas, manutenção de automóveis, bem como gerenciamento de dados. A empresa já montou uma divisão dedicada, a Wyz Solutions, que desenvolve sites e soluções de e-learning, mas também vende dados para distribuidoras de automóveis.

See also  Os Blues apresentam o básico contra Portugal

“Nosso objetivo é nos tornarmos um padrão internacional na cadeia de suprimentos. Nossa meta de faturamento é de 100 milhões de euros até 2022”, declarou Pierre Guirard.

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *