Astrônomos desvendam as origens de Titã e Enceladus, as luas de Saturno

Saturno, o planeta gigante conhecido em particular por seus anéis, é o lar de alguns dos satélites mais interessantes do sistema solar do ponto de vista astronômico-biológico: Titã e Enceladus. Um novo estudo nos diz mais sobre como essas luas se formaram, e elas podem nem sempre estar onde estão …

Você também vai se interessar


[EN VIDÉO] Saturno: um gigante com anéis de gelo e poeira
Embarque em uma jornada para encontrar o segundo maior planeta do sistema solar: Saturno. Um gigante gasoso rodeado por um grande número de anéis brilhantes que não o deixam indiferente ao ser notado. Conheça melhor o universo de Saturno, que vem sendo explorado de perto há 13 anos pela sonda Cassini.

O Sistema solar Foi formado a partir de grandes Nuvem A partir de Gás E poeira Nebulosa Protocelular. Esta nuvem Desabou, A maioria dele Massa Nossa formação Estrela Enquanto uma “cauda” se formou em torno de um disco, chamada Tablet protoplanetário, De qualquer Formado exatamente Planetas mas também O mundo dos anõesE a AsteróidesE a Cometas… parte de Coisa Deste registro termina com Órbita Sobre os planetas estão em um estado de formação, para se tornarem os locais de formação de satélites.

Um disco ao redor do planeta, o berço das luas de Saturno

Acredita-se que Titan Building Blocks E a’Encelade Em tal disco planetário, em estágio avançado, em torno dele Saturno. O formação quem são eles Segunda-feira É determinado por um site Concentração, Também chamado de linhas de gelo, para os vários compostos voláteis dentro deste disco, ou seja, a distância em que esses compostos estão – água, Monóxido de carbono, Metano … – passa do estado gasoso (próximo, onde está “quente”) para Sólido (Bem, onde é mais frio). Para saber uma origem Material Isso acabou formando esses dois satélites, por isso é necessário estudar a evolução da abundância Dinheiro Matéria volátil neste disco em função da migração, crescimento e evaporação de grãos congelados.

See also  Samsung: descontos excepcionais em smartphones, TVs e tablets

Para fazer isso, Sarah E. Anderson, Oliver Moses e Thomas Runnet simularam a evolução Termodinâmica Deste disco e transfira o principal Compostos químicos Dentro: água gelada, hidratarAmôniaE a clatrato Metano (ou hidrato de metano), monóxido de carbono e condensado de nitrogênio puro. Em seguida, os cientistas mostraram que os blocos de construção de Titã Enceladus aglutinou-se entre a linha de gelo do monóxido de carbono e nitrogênio (externa) e aquela correspondente à cristalização dos hidratos de metano, um tipo de gelo que consiste em gaiolas de água que prendem certos compostos voláteis (interna).

Fornecimento contínuo de novos sólidos

Os pesquisadores também mostraram que o disco em torno de Saturno aproveitou um suprimento constante de novos materiais sólidos para formar luas. Na ausência de tal exibição, os sólidos teriam caído em Saturno antes que tivessem tempo de participar da formação das luas circundantes. A localização ideal para este material de origem sólida era no disco de Saturno longe das órbitas atuais de Titã e Enceladus: entre 66 e 100 vezes o raio de Saturno, contra 4 e 20 vezes o raio de Saturno para eles. Órbitas atuais de Enceladus e Titan, respectivamente.

Essa distância só permite a formação e o crescimento de sólidos em formulações compatíveis com as medidas em Enceladus e Titan. As espécies seriam então capazes de evoluir para uma forma sólida no sistema por longos períodos de tempo, até atingirem o equilíbrio, aumentando assim a formação dos blocos de construção de Titã e Enceladus nesta região do disco.

Este resultado permite à equipe de pesquisadores sugerir que os blocos de construção de Titã e Enceladus podem ter se aglomerado mais longe do que suas órbitas atuais em torno de Saturno. O estudo também demonstra o valor da transmissão de uma missão robótica dedicada a medir a composição química e isotópica dessas luas para entender melhor suas condições de formação.

See also  O WhatsApp finalmente resolverá o maior problema de arquivamento de bate-papo

O que lembrar

  • Titã e Enceladus, as luas de Saturno, formam um disco ao redor do planeta, entre a linha de condensação do monóxido de carbono e a linha correspondente à cristalização dos hidratos de metano.
  • Essas luas se formaram entre 66 e 100 vezes o raio de Saturno e estão muito mais distantes do planeta do que agora.
  • Uma missão robótica dedicada a medir a composição química e isotópica desses satélites proporcionará um melhor entendimento de suas condições de formação.

Interessado no que acabou de ler?

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *