Antártica: terremoto de magnitude 7 gera alerta de tsunami

Santiago, Chile | As autoridades chilenas anunciaram o aumento do alerta de evacuação devido à ausência de risco de tsunami, após o forte terremoto ocorrido na noite de sábado na Antártida, próximo à base chilena de Eduardo Fray.

Ele disse no Twitter que o Escritório Nacional de Emergências (UNEMI) “cancelou a evacuação do tsunami em setores costeiros da Antártica”.

O terremoto foi registrado às 8:36 PM (18:36 em Quebec) no mar, cerca de 210 quilômetros a leste desta base, e 10 quilômetros de profundidade, de acordo com o inimigo, que reavaliou a força do terremoto de 7 para 7,1.

Onemi informou que devido a este terremoto, 80 pessoas foram evacuadas da base Eduardo Frei, junto com um total de mais 81 pessoas de outras três bases chilenas (O’Higgins, Fildes e Prat).

Além disso, mais cinco bases estrangeiras foram evacuadas, com Onime não especificando suas nacionalidades.

A base da Força Aérea chilena Eduardo Frei está localizada 1.230 km ao sul do continente, na Ilha Rei George. É a maior base chilena da região. Está localizado nas imediações da aldeia de Villa Las Estrellas que inclui, entre outros, um hospital, uma escola, um banco, um minimercado, uma estação de correios e uma capela.

A população máxima no verão é de 150 pessoas e a população média no inverno é de 80 pessoas.

Enquanto isso, às 21h07 (19h07 em Quebec), outro terremoto de magnitude 5,9 ocorreu a 14 km de Santiago do Chile, a uma profundidade de 122 km, não relacionado ao forte terremoto na Antártica.

Onemi observou que, em relação a este terremoto, ocorrido perto da capital chilena, “não foram registrados danos ou deterioração dos serviços básicos ou da infraestrutura” e que “organizações técnicas estão avaliando a situação regional”.

READ  Julgamento de Trump: o jogo acabou

O Chile, um dos países mais sujeitos a terremotos do mundo, foi atingido por um forte terremoto de magnitude 8,8 em Concepción em 27 de fevereiro de 2010, deixando mais de 500 mortos.

Há 60 anos, este país sul-americano sofreu o mais forte terremoto já registrado, com magnitude de 9,6, em Valdivia, no sul do Chile.

You May Also Like

About the Author: Hermínio Guimarães

"Introvertido premiado. Viciado em mídia social sutilmente charmoso. Praticante de zumbis. Aficionado por música irritantemente humilde."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *