A terceira onda em frente Notícias A exibição

As medidas atuais são insuficientes

“Isso não significa necessariamente que estaremos em uma terceira onda. A terceira onda dependerá de medidas, decisões e do compromisso da população com as recomendações de saúde pública e as decisões tomadas neste momento”, disse o Dr. Matteo Mahieu Gero, epidemiologista na Universidade McGill.

Por outro lado, acrescenta, se as medidas em vigor têm sucesso no controle da cepa original, “não são suficientes para controlar o aumento das variantes”.

As variantes já prevalecem em certas regiões, como as de Capitale-Nationale e Chaudière-Appalaches, e estarão “muito em breve” em Estrie, Mauricie, Centre-du-Québec e Bas-Saint-Laurent. , Em particular. Regiões como Ottawa são de particular interesse para os especialistas do instituto, que não apenas observam um forte crescimento nos casos, mas também um aumento acentuado nas variantes.

Moradores baixam a guarda

Enquanto isso, pesquisas realizadas pelo instituto mostram que a população está aderindo menos às medidas de saúde, fenômeno preocupante que se complica com a flexibilização das medidas anunciadas recentemente pelo governo Legault.

Embora não queiram comentar sobre a possibilidade de impor novas medidas ou apertar as já existentes, como colocar todo Quebec no vermelho por exemplo, os especialistas não escondem que a situação atual – com a população diminuindo a guarda e declarando relaxamento – leva diretamente a um período de dificuldade de dois ou três meses.

“É uma decisão do governo, mas é definitivamente no nível epidemiológico, ver que no contexto atual, antes mesmo da abertura de certas atividades, não tínhamos controle sobre as variáveis, e isso ‘não é um bom presságio, diz o Dr. . de Ceres. Com Lena Deeb e Pierre San Arnaud, imprensa canadense

READ  Chernobyl: reações nucleares no porão

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *