A cena de assédio sexual irritou o mundo árabe

Um médico brasileiro que estava de férias no Egito postou um vídeo no Instagram em que fazia comentários obscenos na frente de uma jovem. A piada causou alvoroço e o levou à prisão.

Com a retomada dos fluxos turísticos, o comportamento arrogante e abusivo de visitantes de todo o mundo está voltando aos residentes dos países anfitriões. Ao postar um vídeo no Instagram onde fez declarações corajosas para uma jovem no Egito, o médico brasileiro Victor Sorrentino não tinha ideia de que iria desencadear uma tempestade de indignação, primeiro em seu país e depois em todo o país. E que aqueles poucos segundos do filme o teriam levado para a cadeia.

No dia 24 de maio, o médico de Porto Alegre (RS) visitou Gizé, próximo ao Cairo, com seus amigos. Em uma loja de papiros, uma vendedora de cabelos cobertos mostra aos clientes em potencial um ramo da fábrica usado para fazer a antiga forma de papel. O turista ri dele em português: “Você ama quando é longo e difícil …” Uma mulher que não entende a língua do visitante apenas sorri.

Dicas para uma vida saudável

O mesmo vídeo postado por um desconhecido, sem dúvida, passou despercebido. Mas Victor Sorrentino é um influenciador que é seguido por mais de 900.000 pessoas no Instagram, onde suas fotos não são mais visíveis, Conta atual convertida para modo privado. Ele se apresenta como um “médico, escritor, professor e conferencista”. Um site com o nome deleOferece aos assinantes que pagam 39 riais (6,35 euros) por mês os seus cursos e dicas para uma vida saudável. É claro que respeitar as mulheres não é uma delas.

See also  Canadair cai durante o combate, e dois ficam feridos

Notando as primeiras reações de raiva, a máscara voltou à loja no dia seguinte e filmou um novo vídeo se desculpando. O vendedor aceita. Acredita-se que o caso tenha sido encerrado quando, em 31 de maio, durante uma viagem a Luxor, ele recebeu a visita da polícia em seu hotel, o que o impediu de deixar a área. No dia seguinte, ele foi preso. Enquanto isso, o vídeo foi traduzido por blogueiros. E logo invadiu as redes sociais acompanhada pela hashtag “Que vergonha para o perseguidor brasileiro”, Antes de chegar aos sites de notícias e, finalmente, na Al Jazeera e na Al Arabiya.

Uma das tradutoras é Patricia Oliveira, brasileira radicada no Cairo, que está facilitando O local da vida no Egito Que ensina peculiaridades egípcias para falantes de português. Em resposta a uma pergunta da BBC, Ela comenta: Visivelmente, [Sorrentino] Ele não perguntou antes de viajar e não sabe nada sobre os costumes do país. ”

Vemos o mal em todos os lugares.

A defesa do médico no Instagram é garantida por sua esposa, Camila Montero, e conta com mais de 50 mil seguidores. Já Dom, o cachorro do casal, tem quase 7.000 assinantes na rede social. Em sua primeira reação, a esposa se arrependeu “Em nosso mundo complexo, vemos o mal em todos os lugares.” Poucos dias depois, publiquei, em nome da família, um texto em inglês e árabe para me desculpar e pedir perdão ao prisioneiro, porque seu filho Miguel precisava do pai.

No sábado, enquanto o Ministério Público ainda não definiu se vai indiciar o brasileiro, um novo vídeo: o médico aparece ao lado de sua vítima, que repete seu pedido de desculpas a ela. Ela os aceita em nome das mulheres egípcias e das tradições de hospitalidade de seu país. Muitos meios de comunicação veem isso como um prelúdio para o lançamento, após o pagamento de uma possível compensação. Hypothèse que dénonce par avance l’ONG Speakup, qui defend le droit des femmes dans un pays où le harcèlement est une plaie: em 2013, un rapport de l’ONU afirma que 99% des Egyptiennes en avaient étousé une victimes, outro.

See also  City apresenta a final da Liga dos Campeões da UEFA no Academy Stadium

Piadas de fãs

O caso se refere a outros infelizes incidentes envolvendo a América Latina no exterior. Em 2018, durante a Copa do Mundo FIFA na Rússia, houve um jogo popular para grupos de torcedores abordarem mulheres jovens e as fazerem repetir atos obscenos. Brasileiros, argentinos e peruanos divulgam suas façanhas nas redes sociais. Também é difícil não pensar nas onipresentes piadas contra as mulheres na campanha presidencial de Jair Bolsonaro. Isso não afetou de forma alguma sua eleição.

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *