Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Startup do Parque Tecnológico de Óbidos procura ‘escalar’ para o mercado chinês

A Porter, startup do Parque Tecnológico de Óbidos, está entre as 10 tecnológicas seleccionadas pelo programa de aceleração FORGE para crescer no mercado chinês. Depois de uma primeira fase de trabalho no Reino Unido – que culminou esta quarta-feira, 07, no Forge Demo Day – a Porter prepara-se para rumar à China, onde tem já agendadas reuniões com duas tecnológicas chinesas, a Foxconn (a fabricante do iPhone) e a Tencent (dona do WeChat).

“Para a Porter, termos a possibilidade de penetrar no mercado chinês com empresas locais é diferente de o tentarmos fazer sozinhos”, afirmam os seus fundadores Leonardo Lino e Pedro Esteves, que salientam a importância, para qualquer startup, da alavancagem dos programas de aceleração.

À China, a Porter vai “com dois grandes objectivos: trazer mais fabricantes para a plataforma Porter e estabelecer parcerias a fim de implementar o nosso sistema [de abertura de portas e controlo de acessos com uma única aplicação móvel] naquele país”.

“Estamos conscientes do potencial mas também dos perigos que o mercado chinês representa”, afirmam. Seja como for, “conseguirmos 1% do mercado basta para valer a pena”.

A viagem à China, a segunda fase do programa de aceleração, inclui, durante quatro semanas, sessões de mentoring e outras ações, desenhadas para que as startups possam reforçar as suas capacidades de engenharia e distribuição, conhecer e explorar o mercado, construir uma rede de contactos, mas também trabalhar potenciais oportunidades de investimento. O programa contempla ações em Pequim, Xangai e Shenzhen, a ‘capital’ chinesa em desenvolvimento e conceção de Hardware.

A Porter é uma startup na área da IoT (Internet of Things), que criou um sistema inovador de abertura de portas e controlo de acessos, possível através de uma única app.

Com o apoio do Parque Tecnológico de Óbidos, em 2016 levou o projecto à Web Summit, onde viu validada a sua ideia de negócio.

Nasce em 2017, ano em que foi seleccionada para o programa de aceleração Startupbootcamp de Amesterdão dedicado a Smart Cities [cidades inteligentes].

Fonte: Parque Tecnológico de Óbidos

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.