Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

CEFAMOL firma protocolo com associação automóvel de Marrocos

A Associação Nacional da Indústria de Moldes (CEFAMOL) assinou um protocolo de colaboração com a Associação Marroquina dos Fornecedores da Indústria Automóvel (AMICA), que prevê estreitar as relações já existentes entre ambas as associações. O documento identifica várias áreas de intervenção que pretendem promover e dinamizar as relações económicas e de parceria entre empresas dos dois países, desde já a participação da CEFAMOL e seus associados no Salão de Subcontratação Automóvel de Tanger, prevista para Abril de 2018.

A assinatura deste protocolo teve lugar durante a realização de uma missão empresarial que a CEFAMOL promoveu em Marrocos, nos passados dias 5 e 6 de Dezembro, e que coincidiu com a 13ª Cimeira Luso Marroquina, presidida pelos primeiros ministros de ambos os países, e que contou ainda com a presença, na representação portuguesa, de dois Ministros (da Economia e do Mar) e dos Secretários de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, da Modernização Administrativa e da Energia.

A missão da CEFAMOL integrou-se no âmbito do Projeto de Promoção Internacional “Engineering & Tooling from Portugal” e foi realizada em parceria com a AICEP e a Associação de Fornecedores da Indústria Automóvel (AFIA).

Manuel Oliveira, secretário-geral da CEFAMOL, conta que a deslocação permitiu “perceber que existem muitas oportunidades para a indústria de moldes nacional nomeadamente junto da indústria automóvel”. O responsável sublinha que “há uma interessante aproximação entre os dois países, a nível económico”. E isso é confirmado pelos dados do Governo Português, segundo os quais, em matéria de relações económicas, mais de 1.300 empresas nacionais estão a exportar para o mercado marroquino, país que registou no ano passado um crescimento económico na ordem dos 4%.

Manuel Oliveira conta ainda que um dos aspectos interessantes para a indústria de moldes nacional foi a constatação de que “a indústria automóvel em Marrocos encontra-se em pleno desenvolvimento, com a instalação de empresas construtoras”. São disso exemplo os casos da Renault, já ali instalada, e da PSA(grupo Peugeot Citroen) que prepara a instalação no país. A missão empresarial da CEFAMOL visitou a zona franca de Kenitra, futura localização dessa unidade.

Integrada no programa da cimeira entre os dois países, teve lugar um fórum empresarial luso-marroquino, que permitiu às empresas portuguesas reforçar o seu conhecimento sobre o desenvolvimento do mercado e estabelecer um conjunto de contactos e interligações com alguns players da economia local.

No âmbito desta missão, houve ainda a oportunidade para a realização de visitas a empresas de injecção de plásticos, estabelecidas na região de Casablanca. Para além de representantes das duas Associações (CEFAMOL e AFIA) a missão integrou nove empresas: Batista Moldes, Epedal, Inapal Metal, Itecmo, Kirchhoff Automotive, Moldene, Moldoeste, O2A e TJ Moldes.

Fonte: CEFAMOL

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.