Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Medidas de apoio aos agricultores lesados pelos incêndios

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural criou várias medidas de apoio aos pequenos agricultores e às explorações agrícolas, que foram lesados pelo incêndio de 15 e 16 de Outubro.

Uma das medidas, definida pelo Despacho n.º 9896-B/2017, de 15 de novembro, é destinada a cobrir a 100% os prejuízos dos pequenos agricultores afectados pelos incêndios de 15 Outubro, que se situem entre os 1.054 e os 5.000 euros. Estão abrangidos animais, plantações plurianuais, máquinas, equipamentos, armazéns e outras construções de apoio à atividade agrícola que tenham sido perdidos nos incêndios.

Pretende-se beneficiar os pequenos agricultores através de um regime simplificado de candidatura, cujos formulários estão disponíveis nos sites das Direcções Regionais de Agricultura e Pescas das Regiões Norte e Centro.

Financiada pelo orçamento do Ministério da Agricultura, «esta medida pretende desencadear um mecanismo de ação rápida que permita apoiar os agricultores num curto espaço de tempo». As candidaturas estarão abertas até ao final de Novembro, devendo ser validadas até 8 de Dezembro.

As outras medidas destinam-se à compensação de prejuízos às explorações agrícolas e estão previstas na Portaria n.º 342-A/2017, de 9 de Novembro, e no Despacho n.º 9896-B/2017, de 15 de Novembro, podendo as respectivas candidaturas ser formalizadas até ao dia 15 de Dezembro de 2017.

De 1.054 até 5.000 euros de prejuízos, a compensação é de 100% aos beneficiários com pagamentos directos de valor igual ou inferior a 5.000 anos no ano de 2016 e que tenham prejuízos superiores a 80% do potencial agrícola.

Para prejuízos entre 5.001 e 50.000 euros, a taxa de compensação é de 85% e para prejuízos calculados entre 50.001 e 400.000 euros a comparticipação é de 50%. Esta compensação é acumulável entre os vários escalões.

Fonte: Câmara Municipal da Marinha Grande

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.