Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Turismo: Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura Espanhola apontam para mercado chinês

A Euro Região EUROACE – que integra a região da Extremadura Espanhola, o Alentejo e o Centro de Portugal – apresentam um significativo crescimento de turistas estrangeiros no primeiro semestre do corrente ano. Da reflexão conjunta sobre esta evolução resultou a decisão de prosseguir uma abordagem integrada para mercados de long haul, nomeadamente a China.

Esta intenção será concretizada com uma presença articulada das entidades de turismo das três regiões no workshop “World Bridge Tourism – 2018 EU – China Tourism Year”, que decorrerá nos dias 2 e 3 de Novembro, em Londres.

Para financiar esta abordagem, decidiram elaborar um projecto comum, a ser presente a um próximo aviso da iniciativa comunitária Interreg A – Espanha-Portugal (POCTEP) – 2014-2020 – Cooperação Transfronteiriça.

No primeiro semestre do ano, o Centro de Portugal cresceu 26,5% em turistas internacionais e 28,2% em noites, o Alentejo 18,7% em turistas internacionais e 14,6% nas noites, e a Estremadura 13,3% em turistas estrangeiros, e 14,8% nas noites.

A reflexão sobre estes indicadores e o desenho de uma estratégia convergente entre as três regiões foi discutida numa reunião que teve lugar no dia 6 de Setembro, em Estremoz, e na qual participaram o presidente da Agência de Promoção Turística do Alentejo, Vítor Silva, o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva, o director-geral de Turismo de Extremadura, Francisco Martins, o vice-presidente da Entidade Regional de Turismo e da Agência de Promoção Turística do Centro, Jorge Loureiro, e o director-executivo da Agência de Promoção Turística do Alentejo, António Lacerda.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.