Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IPLeiria e Moldetipo formalizam acordo de transferência de tecnologia com Universidade de Pequim

O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), a empresa Moldetipo, da Marinha Grande, e o Centro Internacional de Transferência de Tecnologia de Suzhou da Universidade de Pequim (China), firmaram ontem, quinta-feira, um protocolo de cooperação que prevê a interação entre as três entidades no que toca à ciência, tecnologia e educação. A cerimónia contou com representantes das instituições envolvidas, três empresas chinesas da indústria de moldes, e representantes da Sociedade Portuguesa de Inovação na China.

A cooperação será desenvolvida nos domínios da ciência e tecnologia, nomeadamente no desenvolvimento rápido de produto, ciência de materiais, engenharia e tooling, manufatura rápida, tecnologias de produção, tecnologias e conteúdos de realidade aumentada. O acordo pretende ainda estabelecer bases de cooperação em matérias de interesse comum, como a promoção da cultura e língua portuguesa e chinesa, formação avançada, transferência de conhecimento e tecnologia, e proporciona a mobilidade de estudantes.

«A empresa Moldetipo está em expansão comercial além-fronteiras e o desenvolvimento de projetos em conjunto trazem mais-valias para todos. A indústria de moldes tem tido um crescimento em novas tecnologias», afirmou Rui Silva, diretor geral da empresa Moldetipo. «Esperamos que o acordo que assinámos hoje traga frutos para todas as entidades».

Xinyue Liang, representante do Centro Internacional de Transferência de Tecnologia de Suzhou, salientou a satisfação em «assinar este acordo e reforçar as ligações entre China e Portugal. Temos várias ligações com diversas empresas na China, e com este protocolo esperamos desenvolver mais pontos de cooperação». «A transferência de tecnologia pode ser muito interessante para as partes envolvidas», concluiu a representante do centro tecnológico de Suzhou.

O presidente do IPLeiria, Nuno Mangas, demonstrou a ligação forte que o Politécnico de Leiria mantém com a língua e cultura chinesas, no âmbito da licenciatura em Tradução e Interpretação Português/Chinês – Chinês/Português, através dos protocolos com a Universidade de Línguas e Cultura de Pequim, e com o Instituto Politécnico de Macau. «Neste acordo aproximamos a academia à indústria, ao juntar uma empresa com que trabalhamos [Moldetipo] a duas instituições de ensino superior de países diferentes. Esperamos que a área de transferência de tecnologia seja apenas um início, e que possamos desenvolver outras áreas». Nuno Mangas manifestou que «este é o primeiro passo de uma cooperação profícua, que desejo que dure por muitos anos», no encerramento da sessão.

O Centro Internacional de Transferência de Tecnologia da Universidade de Pequim é um organismo público patrocinado pelo Gabinete de Ciência e Tecnologia, pela Universidade de Pequim, e pelo Departamento Municipal de Suzhou de Ciência e Tecnologia, e tem o objetivo de promover a transferência de conhecimento internacional.

Fonte: IP Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.