Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Do lixo se faz Prodelix

Chama-se Prodelix, foi inventado por Paulo Santos, e é um produto derivado de lixo, que resulta da junção de materiais compósitos, desde madeira, tecido, plásticos, cartão, papel e até embalagens de cartão de alumínio. Permite produzir paletes e estacaria, como se de madeira se tratasse, mas com uma durabilidade na ordem dos 150 anos, garantiu ao Jornal de Leiria, Luís Vasco, director-executivo da Vasconcept, empresa da Marinha Grande que desenvolveu e patenteou o produto. A primeira unidade de produção de Prodelix já está em fase de construção em Ponte de Sor, adianta o semanário.

Mais informação na edição impressa do Jornal de Leiria.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.