Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

Antigos estudantes da ESTG criam primeiro hostel amigo do ambiente em Portugal

Emanuel Neves e Luís Balau, antigos estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) criaram o SwordFish Hostel, em Peniche, o primeiro em Portugal cuja decoração é amiga do ambiente. O conceito baseia-se no upcycling, que consiste na valorização de resíduos ou objetos sem utilidade que são aproveitados através da sua transformação, revela o IP Leiria em comunicado.

Rolhas, paletes, caixas de fruta, tampas de plástico, frascos de vidro são alguns exemplos dos materiais de mobiliário e de decoração do SwordFish Hostel. Este projeto foi lançado no Verão de 2013 e tem sido uma opção turística de clientes nacionais e internacionais, nomeadamente faixas etárias mais jovens.

Além de um ambiente ecológico, o hostel oferece aos seus clientes ideias de turismo verde com a reutilização e transformação de “lixo” e promove atividades lúdicas, como a utilização de bicicletas para as deslocações, o que permite conhecer toda a costa de Peniche. As aulas de surf e de mergulho são muito requisitadas e possibilitam um contacto direto e privilegiado com a natureza, o que cativa os hóspedes para a causa ambiental.

«Os clientes ficam sensibilizados para a ecologia e, em muitos casos, acabam por adotar o conceito do upcycling no seu quotidiano», refere Emanuel Neves, um dos diretores do hostel ecológico. «A maioria dos nossos clientes são estrangeiros. Recebemos, sobretudo, clientes europeus, americanos e australianos que, em termos percentuais, representam 93% dos hóspedes».

Emanuel Neves, licenciado em Solicitadoria, e Luís Balau, licenciado em Engenharia do Ambiente, tornaram-se empreendedores e uniram esforços depois de identificarem uma oportunidade de negócio, com a criação de um alojamento de baixo custo em Peniche, com uma decoração alternativa e amiga do ambiente. O Hostel, com capacidade máxima de 12 pessoas, assume um carácter familiar, onde todos os hóspedes se conhecem. Os quartos do Swordfish Hostel são temáticos e têm designações relacionadas com o meio local de Peniche, como Berlengas ou Baleal.

Sobre o futuro, Emanuel Neves destaca que «a médio prazo ponderamos criar outra unidade que terá o alojamento como serviço anexo, dando ênfase a clientes que praticam ou querem aprender surf. A concorrência é muito intensa e todos os meses surgem outros alojamentos apelidados de hostel ou que oferecem produtos semelhantes».

Fonte: IP Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.