Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Via Verde dá prioridade a empresas de Leiria

As empresas do concelho passaram a ter prioridade no Município de Leiria, com a análise mais célere dos processos, através da criação Viva Verde. A principal medida tomada nesse sentido foi a criação de uma equipa preparada para prestar um atendimento personalizado e profissional em relação a todos os assuntos que envolvem as áreas do comércio, indústria e serviços, revela a autarquia em comunicado.

O Município de Leiria cria assim um interlocutor com os empresários, através da nomeação de um “gestor do processo”, com o objetivo de facilitar o contacto entre as duas partes e agilizar procedimentos. O objectivo passa por reduzir, em média, 50% do tempo de decisão em relação aos prazos legais.

Apoiar os empresários na inserção de pedidos de registo dos estabelecimentos industriais do tipo 3 na plataforma do Regime de Exercício da Atividade Industrial e através da inserção da mera comunicação prévia de estabelecimentos industriais, nos termos do Sistema de Indústria Responsável são alguns exemplos do serviço prestado pelo “gestor do processo”.

Além disso, estes interlocutores com os empresários dão ainda apoio no preenchimento de requerimentos quando existem operações urbanísticas associadas, com referência aos elementos necessários à instrução dos processos administrativos na Câmara Municipal de Leiria.

«A criação da Via Verde é uma medida que pretende agilizar a apreciação de projetos apresentados por empresas do concelho, numa altura em que a dilatação de prazos de análise conduz, muitas vezes, à perda de oportunidades», afirma Raul Castro, presidente da Câmara Municipal de Leiria.

Fonte: Câmara Municipal de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.