Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Candidaturas para atribuição de habitação social

Está a decorrer, até 21 de Janeiro, o concurso para apresentação de candidatura para atribuição de 37 fogos de habitação social no concelho da Marinha Grande, revela a autarquia em comunicado.

«A iniciativa da Câmara Municipal da Marinha Grande é tomada considerando a existência de diversas habitações sociais disponíveis no concelho que não se encontram atribuídas. Acresce a atual conjuntura económica que o país atravessa, que desencadeia enormes dificuldades enfrentadas por algumas famílias», adianta o documento.

Podem candidatar-se à atribuição dos fogos, os agregados familiares que residam no concelho da Marinha Grande, há pelo menos cinco anos consecutivos. Podem concorrer cidadãos nacionais maiores ou emancipados.

Os fogos serão disponibilizados em regime de arrendamento (renda apoiada) e atribuídos por concurso de classificação. O concurso encontra-se aberto até ao dia 21 de janeiro de 2013 e é válido por um ano para os fogos que ficarem disponíveis no Município.

O boletim de inscrição, o questionário e o programa de concurso poderão ser levantados na Divisão de Educação, Desporto e Intervenção Social, na Câmara Municipal, dentro do horário normal de funcionamento (das 9h00m às 12h30m e das 14h00m às 17h30m) ou através da página eletrónica em www.cm-mgrande.pt. As candidaturas deverão ser instruídas com toda a documentação solicitada no programa de concurso.

As tipologias das habitações são diversas, podendo ser consultadas no regulamento do concurso. Será aplicado um regime de renda apoiada nos 37 fogos disponíveis, situados no Bairro do Camarnal, Rua Prof. Melo Vieira, Rua Júlio Braga Barros, Rua General Humberto Delgado, Avenida da Liberdade e Praceta da Liberdade.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.