Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena Venezuela assina acordo superior a mil milhões de dólares

O Governo da Venezuela e o Grupo Lena assinaram uma carta de compromisso que envolve a construção de mais 12.512 apartamentos e duas fábricas de componentes pré-fabricados e ainda a promoção da transferência tecnológica referente à fabricação de painéis pré-fabricados em betão. Este acordo foi celebrado no âmbito do projeto “Gran Misión Vivienda Venezuela” e contribui para um total de quatro fábricas e mais de 25 mil apartamentos a construir pelo Grupo Lena.

A carta foi assinada no seguimento da conclusão, por parte do Grupo Lena, da primeira fábrica de pré-fabricados de betão.

«Das 50 mil casas indicadas no contrato marco que assinámos, contamos assim, até final do ano, ter 25 mil em execução com um valor global de dois mil milhões de dólares», revela Joaquim Paulo Conceição, CEO do Grupo Lena, citado em comunicado.

O próximo local será a 400 quilómetros de Caracas e envolve a construção de uma cidade nova na costa do Rio Orinoco, que irá alojar os trabalhadores de uma das mais importantes plataformas petrolíferas da Venezuela.

Além deste compromisso firmado em mais de mil milhões de dólares, o Grupo Lena acordou participar num grupo de trabalho para a promoção da construção destinada à classe média venezuelana, que espera produzir negócios até final do ano.

O Grupo Lena está atualmente a construir os empreendimentos em duas zonas a cerca de 60 quilómetros de Caracas: Cúa e Ocumare. Os empreendimentos são desenvolvidos em torno das duas fábricas, as quais permitem construir 14 apartamentos por dia em Cúa e 16 em Ocumare. A obra teve início a 13 de maio de 2011 e tem um prazo de conclusão de 36 meses.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.